Guarda Municipal mata homem que ofereceu maconha para esposa em bar da RMP

Ele estava de folga e usou arma particular; caso foi registrado como homicídio qualificado

Um guarda municipal de 47 anos foi preso por matar um homem na madrugada desta segunda-feira (21) em Limeira (SP), cidade que integra a Região Metropolitana de Piracicaba. O caso aconteceu em um restaurante no bairro Pinhalzinho, às margens da Rodovia Engenheiro João Tosello (SP-147), e o guarda não estava em serviço e usou uma arma particular.

Vítima fatal Jadson Jadiel de Lima -Foto: ELimeira

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na Polícia Civil, a vítima fatal era Jadson Jadiel de Lima, um barbeiro de 30 anos. Jadson foi atingido por três disparos após oferecer maconha para a esposa do acusado, deixando ele com ciúmes.

O secretário de Segurança Pública de Limeira, Wagner Marchi, informou que o guarda e a vítima tiveram um desentendimento no bar. “Ele teria deixado o ambiente, ido até sua residência, visto que ele não estava ainda portando a arma de fogo, então trazido a pistola que é de sua propriedade e efetuado os disparos”, explicou.

“Logo depois do fato ele teria voltado para a casa dele, onde permaneceu até a chegada tanto da Polícia Militar quanto da Guarda Civil Municipal.”

A Secretaria de Segurança Pública de Limeira informou em nota que, após o crime, o guarda foi apresentado pelas equipes no Plantão Policial, onde ficou preso em flagrante por homicídio qualificado.

Ainda segundo a nota, ele estava de folga no momento do crime e que usou uma arma de fogo particular, não tendo qualquer vínculo com a posição dele na corporação. A arma utilizada no crime era uma pistola calibre 380, que foi apreendida junto com as munições.

A Secretaria Municipal de Segurança Pública, por meio da Corregedoria da Guarda Civil de Limeira, está acompanhando o caso desde o ocorrido.

*** Com informações do G1

Informar Erro
Leia também