Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia

Mais de 30 pessoas ficaram feridas na cidade de Kazan

Onze pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas esta manhã durante um ataque a uma escola na cidade russa de Kazan. O ataque foi feito por dois atiradores. Um deles, um adolescente, acabou detido e o outro morreu no confronto com a polícia. Entre os mortos estão estudantes e um professor.

O incidente é considerado o mais grave dos últimos anos em uma escola da Rússia. As autoridades garantem que a situação já está sob controle e descartam a hipótese de ação terrorista por parte de uma organização extremista.

O correspondente da RTP na Rússia, Evgueni Mouravitch, informa que um dos atiradores é ex-aluno da escola com perturbação mental.

O presidente russo, Vladimir Putin, determinou a revisão da lei de porte de armas após o tiroteio em Kazan.

Informar Erro

Só falta você!

O PIRANOT se prepara para alcançar meio bilhão de acessos até o final de 2023. Queremos que você faça parte ainda mais da nossa história. Por isso, convidamos você para seguir nosso conteúdo no Google News e ajudar o portal de notícias a alcançar ainda mais espaço nacionalmente. Clique aqui e siga-nos

Leia também