Connect with us

Brasil

Cantor Serguei, astro do rock nacional, morre aos 85 anos

Fernanda Maestro

Published

on

O cantor Serguei, astro do rock nacional, morreu na manhã desta sexta-feira (07), no Hospital Zilda Arns, na cidade de Volta Redonda (RJ). Ele tinha 85 anos e estava internado desde o fim de maio.

Foto: Divulgação

Serguei havia sido internado no início de maio em um hospital em Saquarema (RJ), cidade onde morava, com um quadro de desidratação, desnutrição e infecção urinária. Segundo os médicos, ele sofria de Alzheimer.

No final do mês, o cantor apresentou arritmia severa e insuficiência respiratória aguda. Com o agravamento de seu estado de saúde, foi transferido para Volta Redonda. As causas da morte ainda não foram divulgadas.

Serguei deve ser enterrado neste sábado (08), em Saquarema, cidade onde o artista passou os últimos anos de vida e transformou a própria casa em um Templo do Rock e ponto turístico.

Sobre Serguei

Filho único de um executivo da IBM, Domingos Bustamante, e da dona de casa Maria. Na infância, ele teve um amigo russo que o chamava de “Sergei” (em russo: Сергей , variação de “Sérgio”), porque tinha dificuldade em pronunciar seu nome corretamente, por isso o apelido ficou.

Aos 12 anos, Serguei foi morar com Lia Anderson, sua avó materna, em Long Island, Nova Iorque, onde participou de festivais estudantis. De volta ao Brasil, em 1955, trabalhou no Banco Boavista (onde foi demitido), e depois como comissário de bordo na Loyd Aéreo, Cruzeiro do Sul, Panair (onde foi demitido após derrubar uma bebida sobre Gina Lollobrigida) e Varig, sendo também demitido após uma bebedeira em Madrid.

Voltou aos Estados Unidos onde começou sua carreira musical. Em 1967 foi retratado pela revista Intervalo (sendo chamado de o “cantor alucinado”) em plena Avenida Rio Branco, no Rio de Janeiro, onde realizou um protesto hippie.

Em 1969, esteve no famoso Festival de Woodstock, e no final deste mesmo ano, o cantor afirmou ter conhecido a cantora americana Janis Joplin, em Long Island, um dos motivos pelo qual ficou conhecido. Em 1972, de volta ao Brasil, foi morar na cidade de Saquarema, no Rio de Janeiro.

Serguei fez shows em duas edições do Rock in Rio: Rock In Rio II (1991) e Rock In Rio III (2001); fez também aparições como espectador no Rock in Rio IV e Rock in Rio V. Nos últimos anos, o cantor participou de diversos programas na televisão. Em 2011, participou de alguns quadros do programa Show do Tom, da Rede Record; e em 2012, foi entrevistado no programa Agora é Tarde. Serguei é um dos artistas que mais teve convites e aparições no Programa do Jô, apresentado por Jô Soares, de quem era grande amigo.

Foto: Divulgação

Em 2011, o Multishow produziu o programa “Serguei Rock Show”, que contou com 10 episódios, e a participação de roqueiros como Rogério Skylab e Zéu Brito.

Considerado o roqueiro mais antigo do Brasil, Serguei fez diversos shows ao lado de sua banda, a Pandemonium, que o acompanhou desde 2008.

Em abril de 2013, sentindo fortes dores pelo corpo, Serguei foi internado no hospital Nossa Senhora Nazareth, na cidade de Saquarema, no Rio de Janeiro. Voltou para casa após alguns dias, mas duas semanas depois retornou, passando mais dois dias internado. Ao ser liberado novamente, declarou estar tomando remédios e disse querer voltar a fazer shows, pois já se sentia bem.

Em maio de 2019, novamente foi internado no mesmo hospital para tratar de um forte quadro de desidratação, desnutrição e pneumonia; também apresentou um quadro inicial de Alzheimer, mas mesmo assim reconheceu seus amigos no leito hospitalar, onde respondia bem ao tratamento. Na manhã do dia 07 de junho de 2019, faleceu após a internação.

Jornalista formada pela Universidade Metodista de Piracicaba. Trabalhou em campanhas políticas e estagiou na Câmara de Vereadores de Piracicaba. Atualmente, integra a equipe dos jornais PIRANOT e PORJUCA.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.