Quase uma semana depois, chacina de PMs ainda intriga população

Neste domingo (11), o caso que chocou o Brasil completa uma semana e ainda divide opiniões. A teoria da polícia que coloca o menino Marcelo Eduardo como principal suspeito, se opõe a dos familiares. Só uma coisa por enquanto é certa, a casa onde aconteceu a chacina já não passa mais despercebida

Informar Erro

- Continue depois do anúncio -

Leia também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Prosseguir Mais detalhes