Laboratório Municipal de Piracicaba ganha nova tecnologia para exames de urina

A Prefeitura de Piracicaba assinou contrato com a empresa Aimara para a atualização tecnológica dos exames de urina (urinálise) realizados pelo Laboratório Municipal. Com o uso de duas máquinas conectadas, a Labumat (responsável pela leitura química) e Usimed 3 (responsável pela leitura dos sedimentos urinários), o processo tornou-se 100% automatizado. O valor de contrato é de R$ 600 mil por ano.

Foto: Divulgação.

De acordo com Wagner Andia, analista de laboratório, ambos os processos (leitura química e de sedimentos urinários) antes eram separados. “Antes era feita uma triagem do material e as amostras sem sedimentos eram submetidas apenas à fase bioquímica. Agora 100% do material passa por todas as fases, uma vez que a centrifugação e a microscopia estão integradas”, explicou Andia.

Além disso, a nova tecnologia trouxe outros benefícios: a nova tecnologia permite a leitura de 100 amostras por hora, sem serviços complementares, o que amplia o rendimento e reduz a interferência humana, reduzindo assim a margem de erro. “Antes a margem de erro era de 5% e nossos resultados estavam dentro de parâmetros internacionais, sem qualquer significado clínico, ou seja, [a margem de erro] não interferia na qualidade dos resultados. Agora, com a automação total, essa margem de erro simplesmente desaparece e passamos a ter um resultado 100% seguro”, observou.

O resultado de cada amostra é disponibilizado em um painel e enviado ao sistema, podendo ser lançado na rede para consulta dos pacientes e do médico que o solicitou. Pode também ser impresso para leitura física.

Foto: Divulgação.
  • APP DO PIRANOT – Baixe nosso aplicativo de notícias e receba as informações mais importantes de Piracicaba na tela do seu celular. Clique aqui e saiba mais.
Informar Erro
Leia também