Córrego do Piracamirim ganhará parque linear

O Prefeito de Piracicaba assina hoje (25) o decreto 15.757/2014 que delimita perímetro de proteção da bacia do Córrego Piracicamirim, onde será implantado o Parque Linear da Amizade. O estudo do tema foi desenvolvido pelo Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba – Ipplap.

Segundo o decreto, a intenção da delimitação desta área de preservação leva em consideração a região, um vetor de desenvolvimento com acentuada ocupação humana. Além disso, a área apresenta reduzida cobertura florestal existente e fragilidades no ecossistema. Estudos apontam para a necessidade do forte atuação do poder Público na proteção e na conservação dos corpos d’água da microbacia do córrego do Piracamirim, com o objetivo de assegurar a qualidade dos recursos hídricos e a manutenção das matas ciliares, reduzindo as possibilidades de erosão e enchentes, além de garantir abrigo para os animais e drenagem dos terrenos adjacentes.

O diretor-presidente do Ipplap, arquiteto Lauro Pinotti, lembra que a intenção é brecar o acesso direto ao córrego e transformar num parque linear com equipamentos públicos. “A ideia é que ele tenha equipamentos semelhantes aos do Parque Ibirapuera, na capital paulista, ou da própria Esalq, dois exemplos de grandes parques. A Prefeitura pretende instalar equipamentos de saúde, educação, lazer e ação social, como um barracão de uso comunitário, além de outros, para uso das comunidades. Por isso o nome de Parque Linear da Amizade.”

O Prefeito Gabriel Ferrato explica que, com esta ação de preservação e com a identificação das áreas institucionais, que são públicas, é possível definir e contratar projetos e propor usos. “ A Prefeitura já tem condições de, na próxima fase, contratar projetos, porque 75% das áreas são públicas, em sua maioria, institucionais, de lazer, verdes ou de preservação permanente (APP). Uma parcela menor de áreas particulares, embora algumas delas também sejam APPs. O que pretendemos é que a população se aproxime desses espaços verdes, ajudando a preservá-los e assegurando melhor qualidade de vida”.

A área delimitada abrange 556 mil m2 e congrega partes dos Loteamentos Santa Laura, Bosque da Água Branca, Terra Nova, Residencial Formaggio, Recanto do Piracicamirim, Jardim Amãn, Jardim Ipanema, Residencial Gaivotas, Irmãos Camolesi, Altos da Pompéia, Conjunto Habitacional Alvorada I, Jardim Astúrias I, II e III, Serra Verde, Residencial Nova Água Branca II, Residencial Bela Vista, Desmebramento Nova Água Branca e Água Branca, todos inseridos dentro do Bairro Água Branca.

Com a assinatura deste decreto desta área, a Prefeitura intensifica seu trabalho nas áreas áreas de preservação permanente (APPs) e na implantação de parques lineares. Na administração do Prefeito Gabriel Ferrato já foi definido o perímetro de proteção da Bacia do Córrego Itaperu/Itapocu e, mais recentemente, anunciou a implantação do parque Santa Fé, que nesta fase, receberá R$ 3milhões do Governo do Estado.
A oferta de parques lineares integrados tem sido objeto de discussão da revisão do Plano Diretor de Piracicaba. “No novo Plano Diretor vamos falar de todos os parques, identificando as áreas de preservação permanente e também as áreas próximas às APPs”, afirma Pinotti.

Informar Erro
Leia também