Unicamp faz visita oficial ao Hospital Regional de Piracicaba

.

Foto: Divulgação

Uma equipe liderada pelo reitor da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Marcelo Knobel, visitou o prédio do Hospital Regional de Piracicaba, que será chamado de Zilda Arns, acompanhada pelo prefeito Barjas Negri e pelos secretários de Saúde, Pedro Mello, e Obras, Arthur Ribeiro. A Unicamp é uma das instituições interessadas em administrar o HR e o processo está em negociação com o governo do Estado.

Participaram também da visita Lair Zambom, diretor do Nacses (Núcleo de Gestão e Acompanhamento dos Convênios SES/Unicamp), Ivan Toro, diretor da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp (FCM), Roberto Teixeira Mendes, diretor associado da FCM, Joaquim Murray Bustorff Silva, chefe de gabinete da reitoria, e o diretor da Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP) Guilherme Mendes.

De acordo com o prefeito Barjas Negri, que tem mantido contato com o governador Geraldo Alckmin e com o secretário de Estado da Saúde, David Uip, existe um grande esforço de todos para colocar o HR em funcionamento o mais rápido possível. Barjas lembrou que todas as adequações solicitadas pela Secretaria de Estado da Saúde já foram feitas. “O Hospital Regional é uma necessidade urgente da população. Todos trabalhamos para colocar a unidade em funcionamento ainda este ano, medida que deve resolver o problema da falta de leitos hospitalares em Piracicaba e na região¨, afirma Barjas.

Knobel e equipe conheceram as principais alas do Hospital, que fica no bairro São Francisco, tem área total de 80 mil m2 e 19 mil m2 de construção. Equipada com UTI, a unidade possui 126 leitos – 84 cirúrgicos e 48 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) – e capacidade para 2.000 cirurgias/mês, sendo outras 700 eletivas no Hospital Dia anexo. “Fiquei impressionado. É grande, bonito e bem montado, com uma infraestrutura incrível. Estou contente com a possibilidade de avançarmos nessa parceria. Estamos empenhados, negociando com o governo do Estado. Já mandamos a carta de intenção. Com essa parceria todos saem ganhando, principalmente a população”, disse o reitor.

Para Lair Zambom, a administração da unidade de Piracicaba será um dos melhores projetos no qual a Unicamp vai se inserir. “Implantamos o Hospital Estadual de Sumaré que, além de ter uma importância enorme do ponto de vista da assistência, o tem também do ponto de vista do ensino, de capacitação de profissionais. A ideia para o HR é mais ou menos parecida. Vamos trazer nosso know how para cá”, afirma Zambom, que é diretor do Nacses, núcleo ao qual o HR será vinculado caso a parceria seja acertada.

“Estou extremamente impressionado. O hospital é de ótima qualidade, iluminado, agradável. Uma ótima instalação para ensino e pesquisa. Vai ser um modelo para o resto do Brasil”, aposta Ivan Toro.

 

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também