Via Ágil testa ônibus elétrico em Piracicaba

Na manhã de ontem (28) a empresa Via Ágil realizou novo teste com o ônibus elétrico fabricado pela empresa chinesa BYD (Build Your Dreams), com percurso do Terminal Central de Integração até o Terminal do Cecap.

O modelo K9, que já esteve em São Paulo, Salvador, Sorocaba e Rio de Janeiro, não depende de fios elétricos como trólebus e não utiliza de motor de combustão para gerar energia elétrica. Funcionando com 540 baterias de fosfato de ferro, o ônibus é totalmente ecológico – já que não emite poluentes na atmosfera. Com comprimento de 12 metros, largura de 2,5 m e 3,3 m de altura, o veículo tem capacidade para 29 pessoas sentadas, lugar para cadeirante e passageiros em pé, transportando cerca de 80 pessoas.

Com uma única recarga de cinco horas, o ônibus tem autonomia para realizar cerca de 300 km, com velocidade máxima de 70 km/h. De acordo com o vice-presidente de vendas da BYD, Vagner Rigon, ao acionar o sistema de frenagem automaticamente o ônibus passa a ser recarregado.

“As baterias têm durabilidade de 30 anos. Além disso, o veículo conta com maior segurança, já que as baterias não aquecem e nem têm risco de explosão por serem feitas de material diferenciado das baterias convecionais”, afirma Vagner.
De acordo com o secretário da Semuttran, Jorge Akira, após testes será feita análise detalhada para verificar se o modelo atende a demanda da cidade. “Caso o resultado seja positivo, a Semuttran incentivará a empresa Via Ágil a adquirir os ônibus, porém depende da decisão deles”, completa Akira.

Cada ônibus passa por adaptação de layout com o objetivo de atender as características de cada cidade que for atender.

O modelo K9 foi fabricado em 2010 e seu primeiro teste ocorreu na cidade de São Paulo. Em Piracicaba, ele circula desde o último dia 21. A previsão é que ele rode em Recife, Campinas, Curitiba e Brasília. Já funcionam cerca de 3 mil ônibus elétricos na China, sede da empresa BYD.

Informar Erro
Leia também