Prefeitura de Piracicaba (SP) quer autorização da Câmara para comprar vacinas junto com consórcio

A Prefeitura de Piracicaba vai enviar para a Câmara de Vereadores minuta do Projeto de Lei que viabiliza a adesão do município ao consórcio público liderado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e que possibilitará a compra de vacinas contra a Covid-19 diretamente pelo município. De acordo com o secretário de Saúde, Filemon Silvano, a FNP deve liberar a minuta do contrato até amanhã, 05/03, para envio do PL ao Legislativo. A intenção da Prefeitura, com a aprovação do PL, é adquirir 150 mil doses da vacina para atender a demanda local.

“O município terá um prazo de 14 dias para aprovar esse Projeto de Lei que autoriza a adesão ao consórcio público, criando um CNPJ e elegendo uma diretoria, para que possamos fazer a compra das vacinas. Como é uma matéria de interesse público, tenho a certeza que poderemos contar com a agilidade da Câmara neste processo”, frisou o secretário.

Filemon comentou ainda que a adesão à FNP é uma importante iniciativa para que o município não fique à mercê dos governos Federal e Estadual para receber as vacinas, como tem acontecido nos últimos meses, e, assim possa agilizar o processo de imunização. “Estamos nos movimentando em todos os sentidos, tentando, inclusive, agendar uma reunião com o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, para conversar sobre a viabilidade da compra de um lote de vacinas da CoronaVac”, finalizou.

Informar Erro
Leia também