Detentos causam estragos em CDP de Americana (SP) após tentativa de rebelião

No início da tarde desta quarta-feira (13), em Americana (SP), detentos do Centro de Detenção Provisória (CDP) tentaram iniciar uma rebelião colocando fogo em colchões, roupas e danificaram grades de celas.

CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o Sindicato dos Agentes de Escolta e Vigilância Penitenciária de São Paulo (Sindespe), os detentos estão reivindicando superlotação nas celas.

- Continue depois da Publicidade -

Um grupo de intervenção foi até o local e a manifestação foi controlada. Além dos estragos, os detentos ofenderam e ameaçaram os funcionários do CDP. Segundo Antônio Pereira, diretor – presidente do sindicato, muitos presos querem ser transferidos, esse foi o principal motivo do ato.

De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), o espaço conta atualmente com 1,3 mil pessoas, mas a capacidade é para apenas 640 vagas. A penitenciária está entre as seis unidades da região de Campinas (SP) que registram este tipo de problema. Em fevereiro, a Defensoria Pública de São Paulo conseguiu uma liminar judicial que determina a transferência de presos para reduzir a superlotação.

Informar Erro

- Continue depois da Publicidade -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir