Polícia Civil revela detalhes sobre a prisão dos assassinos de Madalena

Segue abaixo nota da polícia com todas as informações sobre a prisão dos acusados de matar a ex-vereadora Madalena. Vamos publicar a nota da Polícia Civil na íntegra, do jeito que recebemos:

Após ocorrido um homicídio no Bairro Boa Esperança, no dia 06/04/2021, cuja vítima foi a ex-vereadora local, popularmente conhecida como Madalena, rapidamente a DEIC Piracicaba e UIP Deinter 9 iniciaram as investigações de praxe, visando identificar os autores.

Equipes da 2ª DISE, 3ª DHPP, 1ª DIG e UIP realizaram força tarefa visando a elucidação do mencionado crime, bem como de um segundo homicídio também ocorrido no mesmo bairro, três dias após o primeiro, também com requintes de crueldade e violência, que vitimou Marcos Henrique Baldasin, conhecido como “Marquinhos”, o qual foi brutalmente espancado e esfaqueado.

No dia 10/04/2021, em rápida ação das mencionadas equipes, logrou-se realizar a prisão de ***. conhecido pelo vulgo “01”, ***, vulgo “02” e 03, sendo apreendias 92 porções de cocaína e R$ 430,00 em espécie. Neste mesmo dia, logrou-se esclarecer que “02” e “01” seriam os autores do homicídio praticado contra Marcos Henrique Baldasin, sendo que em conversa com os policiais que realizaram a prisão, os dois confessaram o crime, alegando terem agido em legítima defesa.

Durante a prisão em flagrante dos três, além das drogas e dinheiro proveniente das vendas, as equipes também localizaram na posse de 03 e “02” um paletó, uma gravata, um molho de chaves e um lenço – todos objetos pertencentes à Madalena e que foram reconhecidos por seus familiares.

Continuada as investigações, logrou-se nesta data esclarecer que os três indivíduos presos por esta unidade são os autores do homicídio de Madalena.

Conforme apurado através da oitiva de testemunhas, 03. estaria se desentendendo com Madalena já que queria ocupar o lugar dela na liderança comunitária do bairro.

No dia do crime, ficou constatado que 03. chamou a ex-vereadora, a qual abriu o portão e foi surpreendida por “02” que a segurou pelo pescoço, enquanto “01” passou a revistar a casa procurando por dinheiro e demais objetos de valores, sendo que em determinado momento Madalena teria conseguido se soltar, quando então “01” desferiu vários golpes de facão na cabeça da vítima, vindo esta a óbito.

As investigações prosseguem para apurar uma denúncia informal recebida pelos policiais, dando conta que “Marquinhos” teria sido executado três dias depois pelos criminosos devido estar comentando pelo bairro que “02” e “01” seriam os autores do homicídio que vitimou Madalena.

Informar Erro
Leia também