Piracicaba (SP) repete recorde de nove mortes em 24h neste sábado (27) e falta UTIs para doentes

A Secretaria de Saúde de Piracicaba (SP), informou que registrou neste sábado (27), nove mortes. São cinco homens de 55, 58, 61, 79 e 96 e quatro mulheres de 61, 64, 70 e 72 anos. No dia 17, ou seja, 10 dias atrás, o mesmo número já havia sido alcançado, batendo um recorde, conforme noticiou o PIRANOT.

Ainda segundo a pasta, 177 pessoas testaram positivo para a doença. São 86 homens, com idades entre 02 a 96 anos, e 91 mulheres, com idades entre 06 a 92 anos.

Na data de hoje, a taxa de ocupação de UTI na cidade caiu um por cento e está em 101%. Ou seja, tem fila de espera. A taxa de ocupação de enfermaria está em 75%.

Os dados acumulados são :

  • 39.132 casos confirmados
  • 1.656 casos suspeitos
  • 72.730 casos descartados
  • 36.872 casos recuperados
  • 1.644 pessoas em tratamento
  • 616 óbitos
Informar Erro
Leia também