Piracicaba (SP): mulher confessa ter matado namorado e alega que apanhava dele

A Polícia Civil de Piracicaba (SP), informou que encontrou e ouviu a mulher que matou com uma lâmina um homem na Portelinha. O caso foi no domingo (06), e você acompanhou primeiro no PIRANOT.

Foto: PIRANOT

Segundo a polícia, a assassina de Renaldo Ribeiro Dos Santos estava escondida na casa de uma amiga e tentou fugir, mas negociou se apresentar com sua advogada na delegacia. Ela cumpriu a promessa e, na presença de autoridades, confessou que matou o homem, com quem estava namorando há um tempo.

Ainda segundo a polícia, a assassina contou que cometeu o crime porque seria ela vítima de agressão por parte do homem com frequência. É importante frisar que, durante todo o monitoramento de comentários sobre a morte de Renaldo, amigos, familiares, conhecidos e até uma ex-namorada – que falou com o jornal – elogiaram ele e não apontaram um histórico violento ou negativo.

Após ser ouvida, a assina confessa foi liberada para responder em liberdade, dentro do que determina a lei para a situação que ela negociou e planejou com sua defesa – o que é direito dela.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também