Piracicaba (SP): cidade registra mais uma morte e 101 casos

.

Na tarde desta sexta-feira (04), a Prefeitura de Piracicaba divulgou os números da pandemia na cidade e, por mais um dia, tivemos morte. Trata-se uma idosa, de 75 anos.

Segundo o Poder Executivo, além da morte, 101 pessoas testaram positivo para coronavirus. São 45 homens, com idades entre 10 e 82 anos, e 56 mulheres, com idades entre 04 e 66 anos.

Com a atualização, os números acumulados são:

  • 19.126 casos confirmados
  • 1.197 casos suspeitos
  • 43.092 casos descartados
  • 17.787 casos recuperados
  • 955 pessoas em tratamento
  • 384 óbitos

Novo ambulatório 

O Ambulatório Covid-19 do plano Santa Casa Saúde Piracicaba inova mais uma vez e desde esta sexta-feira (04), os pacientes que procuram por atendimento recebem, após passar pela triagem com enfermeiro, um pager de atendimento que acende e apita quando acionado pela central, instalada na sala do médico. A novidade é mais uma medida implantada esta semana – a primeira foram os equipamentos de filtros de ar – para oferecer mais segurança, conforto e um atendimento humanizado para os que procuram pela assistência hospitalar.

Diante do aumento de casos positivados do novo coronavírus e do aumento das internações causadas pela doença, a Santa Casa de Piracicaba tem, mais uma vez, saído na frente em busca de oferecer a melhor assistência unindo a qualidade de seu corpo multiprofissional e as novidades em termos de tecnologia para oferecer sempre o melhor atendimento.

A concepção partiu de um dos médicos do complexo hospitalar que atua no atendimento covid-19, o cardiologista Sérgio Pacheco. “A ideia em implantar o sistema é para permitir que nosso usuário possa até aguardar dentro do carro, caso prefira, ao invés de ficar na sala de espera. Vivemos um momento delicado e que muitas pessoas deixam de procurar por atendimento médico, com medo da covid-19. Os usuários têm a opção de aguardar o chamado médico de dentro do seu veículo, na sala de espera, bem como nos bancos e jardins que existem em nosso hospital, num raio de até 400 metros”, salientou.

O enfermeiro ao Ambulatório Covid-19 da Santa Casa, Geovane Teodoro, explicou que, após a triagem no paciente ele entrega um ‘disco’ numerado e higienizado que vai apitar e acender assim que o médico acionar o botão da central para ele ser atendido. “Esta é mais tecnologia  utilizada como mais uma ferramenta de proteção aos usuários do Santa Casa Saúde”, salientou.

O médico Sérgio Pacheco alertou ainda sobre a importância de as pessoas manterem as medidas protetivas contra o novo coronavíus, pois a pandemia ainda não terminou. “É essencial que todos, sem exceção, usem máscaras, lavem às mãos, usem álcool em gel 70º , mantenham o distanciamento e que evitem aglomeração. A vitória contra esse vírus terrível e invisível depende de todos nós”.

Informar Erro

- Continue depois do anúncio -

Leia também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Prosseguir Mais detalhes