Obras da Policlínica Gran Park/Vida Nova seguem a todo vapor, em Piracicaba

A Prefeitura de Piracicaba informou, nesta quarta-feira (29), que as obras da Policlínica Gran Park/Vida Nova, na Avenida Elias Gabriel da Silva, continuam. Nesta etapa, está sendo feita toda a parte de tubulações hidráulica e elétrica; na sequência, será feito o contrapiso para, posteriormente, iniciar a alvenaria do prédio. Estima-se que esta nova unidade de saúde venha beneficiar mais de 11 mil pessoas na zona norte de Piracicaba — residentes nos loteamento Vida Nova, Gran Park, Residencial Alto da Bela Vista, Raízes e Vale do Sol.

CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma foto que mostra a construção da policlínica em Piracicaba
Foto: Eleni Destro.

A Policlínica Gran Park/Vida Nova está sendo construída pela Soluções Serviços Terceirizados Eireli Ltda, vencedora da licitação, e conta com um investimento de R$ 654.483,55 reais — sendo R$ 204.283,55 de recursos municipais e R$ 450.200,00 do Governo Federal, via Caixa Federal.

Policlínica Gran Park/Vida Nova

A Policlínica Gran Park/Vida Nova está sendo construída sob os moldes estabelecidos pelo Ministério da Saúde, em um terreno de 1.276,76m². A área é toda cerca e possui disponibilidade para estacionamento de veículos para funcionários.

- Continue depois da Publicidade -

A policlínica terá 308 m² de área construída, com uma ampla sala de recepção, sala para reuniões, banheiros masculino e feminino adaptados para deficientes físicos, sala odontológica e vários consultórios médicos. Ao fim desta reportagem, é possível checar mais detalhes no quadro.

De acordo com Pedro Mello, secretário de Saúde, a população da região do Gran Park é atendida na UBS Parque Piracicaba (Balbo), que não fica longe, mas exige a travessia da Rodovia Geraldo de Barros (SP-304), que liga Piracicaba a São Pedro. “A Prefeitura decidiu construir a Policlínica Gran Park/Vida Nova, tendo em vista três aspectos fundamentais: (1) a segurança da população assistida, com redução do deslocamento; (2) o crescimento demográfico da região e (3) o número de loteamentos populares, cujas famílias são as que mais precisam do poder público para que possam desenvolver um plano de prevenção em saúde”, explicou Mello.

Uma tabela que mostra todos os detalhes da policlínica em Piracicaba
Imagem: Divulgação.

Leia também aqui no PIRANOT:

Informar Erro

- Continue depois da Publicidade -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir