O que tem os negros?

editorialEu acreditava que isso, nos dias de hoje, pouco existia. Acredita que em pleno século XXI, a sociedade era mais evoluída mentalmente, mas não. O racismo ainda existe e com força em nosso país e por que não dizer, também em Piracicaba.

Esses dias passei por duas situações constrangedoras com amigos negros. Para eles é normal alguns tratamentos recebidos, mas quem nunca teve quando vê sente e nota uma desconfiança anormal de que ali estava acontecendo algo de errado. Uma delas foi uma blitz policial e outra em um restaurante famoso da cidade.

Em uma matéria do programa humorístico da TV Bandeirantes “CQC”, no começo do ano, foi realizado um teste onde um rapaz negro e outro branco são colocados na mesma situação. Uma tentativa de roubo de carro. Os rapazes tinham que tentar abrir a porta com um arame e com isso seria notada a reação das pessoas. No primeiro teste com o rapaz branco os pedestres que passavam pela rua ajudaram ele abrir a porta, mas na vez do negro, mudaram de calçada e chamaram a polícia que acionou em poucos segundos três viaturas para apurar o possível roubo. A reportagem pode ser assistida a baixo sendo que o teste começa a partir do 01:42 segundos do vídeo.

Por que temos a ignorância de taxar as pessoas sem as conhecer? Eu mesmo, tinha preconceito com travestis até que a vida nos coloca em situações que nos fazem refletir, pensar e analisar. Hoje, meu preconceito com pessoas com essa opção sexual mudou, porque sei que o que vale é a embalagem e sim o conteúdo.

Temos que parar de julgar as pessoas, como disse, pela embalagem, pelo o que elas postam em seus facebooks, instagrans e afins. Não podemos julgar a honestidade de uma pessoa pela sua condição financeira, fidelidade e honestidade por religião e por ai em diante.
Precisamos avançar para não regredir. Pense e reflita.

COMENTE: Você já passou por situações assim como no do teste do “CQC”?

Informar Erro
Leia também