“O maior sonho dela era ser mãe”, diz ex-namorado de grávida que morreu em Piracicaba

Exclusivo

- PUBLICIDADE -

O Jornal PIRANOT conversou na noite de ontem (17) com o ex-namorado da grávida de seis meses, Samira Mariano de Oliveira, que tinha 19 anos e morreu dormindo. Alyson Rafael, de 30 anos, era o pai do bebê que morreu junto com a jovem.

"Era o maior sonha dela", diz ex-namorado de grávida, que morreu em Piracicaba
Foto: Acervo Pessoal

Ao PIRANOT, ele contou que conversou na noite anterior com Samira. “A gravidez corria bem, tudo normal. Perguntei se ela estava bem. Ela disse que sim. Falamos sobre o bebê e, por volta das 23h, ela foi dormir. Acordei às 03h da manhã com a notícia”, contou.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Alyson e Samira estavam separados há algumas semanas, quando a jovem teria, segundo ele, voltado a morar na casa da avó. “Eu amava muito ela. Ela era maravilhosa. Ontem ela me mandou um vídeo, com fotos nossas e disse que também me amava”.

Ainda segundo o ex-namorado, Samira sonhava em ser mãe. “Ela estava muito feliz com a gravidez. Era o maior sonho dela”, contou. “Nós tentamos algumas vezes engravidar, chegamos a pensar que ela não podia ter filhos, eu já tenho uma menina de 11 anos, quando recebemos a notícia de que, finalmente, tínhamos conseguido”, completou.

Alyson contou também que ele e Samira tinham um relacionamento desde fevereiro de 2019, mas não chegaram a casar.

Causa da morte é um mistério

Ainda segundo o ex-namorado, um exame foi feito no corpo de Samira para identificar a causa da morte, registrada pela Polícia Civil como súbita, sem causa aparente. “Disseram que o resultado sairá em 15 dias”, encerrou Alyson.

*** Entrevista realizada por Júnior Cardoso, com exclusividade para o PIRANOT

Informar Erro

- Continue depois do anúncio -

Leia também

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir