Médica de 38 anos, acusada de atropelar e matar homem em Piracicaba (SP), se apresenta na delegacia

Anderson Cleyton de Souza foi enterrado hoje (27)

A Polícia Militar identificou a médica de 38 anos que atropelou e matou Anderson Cleyton de Souza, de 39 anos, na última sexta-feira (23), no cruzamento das avenidas Armando Salles de Oliveira e Torquato da Silva Leitão, em Piracicaba (SP). No dia do ocorrido, ela fugiu do local sem prestar socorro à vítima.

Foto: Arquivo Pessoal

Segundo o Boletim de Ocorrência, a investigada se apresentou na delegacia para prestar depoimento e esclarecer os fatos, já que era ela a condutora do Volkswagen Tiguan branco, que atropelou a vítima.

Ainda de acordo com o documento, ela foi ouvida e seu veículo periciado. O perito informou que no local do acidente existem câmeras do CEMEL (Central de Monitoramento Eletrônico) e do conjunto empresarial ‘Trio Lindenberg’ que captaram as imagens do atropelamento e da fuga da médica.

Ela prestou depoimento e foi liberada em seguida.

Sepultamento

Anderson Cleyton de Souza foi sepultado às 10h de hoje (27), no Cemitério Municipal da Vila Rezende. Segundo a funerária Grupo Bom Jesus, ele deixa os filhos Caroline Paulino de Souza, Andressa Fischer de Souza (já falecida) e Fabricio Paulino de Souza. Deixa ainda demais parentes e amigos.

O caso

Segundo apuramos no local, o acidente foi por volta das 16h da última sexta-feira (23), no cruzamento das avenidas Armando Salles de Oliveira e Torquato da Silva Leitão. Conforme já mencionamos, a motorista do veículo fugiu sem prestar socorro.

Após os atendimentos médicos no local, ele foi socorrido ao Hospital dos Fornecedores de Cana em estado grave e faleceu por volta das 20h. A vítima perdeu parte do couro cabeludo, alguns dentes e sofreu um traumatismo cranioencefálico (TCE) grave.

 No dia do atropelamento, ele estava sem documentos e tinha somente uma carteira com R$ 24 reais dentro e um maço de cigarros no bolso. O corpo ficou no IML (Instituto Médico Legal) aguardando o reconhecimento da família e liberação para o sepultamento.

Informar Erro
Leia também