Mais dois gatos são encontrados mortos no Cemitério da Saudade

Mais gatos foram encontrados mortos com sinais de tortura no Cemitério da Saudade em Piracicaba mesmo depois do afastamento de três profissionais que lá trabalhavam e da vigilância especial da Guarda Civil que vem fazendo rondas no local durante toda a madrugada. Os novos casos aconteceram ontem e antes de ontem (29).

CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com novos casos, número de gatos mortos subiu para 33 em menos de um mês - Foto: Arquivo / Camara de Vereadores de Piracicaba
Com novos casos, número de gatos mortos subiu para 33 em menos de um mês – Foto: Arquivo / Camara de Vereadores de Piracicaba

A primeira morte foi de uma gata encontrada com a boca sangrando e ferimentos na região da barriga, já no dia seguinte um gato com o pescoço quebrado.

Desde o meio do mês 33 felinos foram mortos no local o que mobilizou na semana passada um protesto de 200 pessoas no cemitério. No dia seguinte o prefeito da cidade, Gabriel Ferrato, visitou o cemitério e anunciou medidas para evitar novos casos, mas parece que não está sendo suficiente.

- Continue depois da Publicidade -

Um novo protesto está sendo programado na cidade caso as mortes não parem. Pessoas ligadas a ONG’s de proteção animal pedem justiça e querem que os crimes sejam esclarecidos pela polícia.

Enquanto isso, um muro que fica nos fundos do cemitério vem sendo erguido pela prefeitura que depois de anos decidiu retomar as obras para tentar sanar o problema da violência contra os animais.

Informar Erro

- Continue depois da Publicidade -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir