Helicóptero utilizado para tráfico internacional de drogas é apreendido, em Piracicaba

A Polícia Civil apreendeu, na tarde desta segunda-feira (27), dois helicópteros utilizados por uma facção criminosa para o transporte de dinheiro e tráfico internacional de drogas. Um helicóptero foi apreendido no aeroporto de Piracicaba, e outro na cidade de Carapicuíba, grande São Paulo.

- Continue depois da Publicidade -

Uma foto do helicóptero apreendido em Piracicaba
Foto: Polícia Civil.

Os trabalhos foram realizados por equipes da Unidade de Inteligência Policial (UIP) e da Divisão de Especializada de Investigações Criminais (DEIC) de Piracicaba, em parceria com a Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (DISE) de Americana, e teve apoio também do Serviço Aerotático (SAT) do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), por meio do Pelicano.

“Há pelos menos quatro meses, detectamos operações de tráfico internacional de drogas, onde algumas aeronaves se deslocavam até o Paraguai, próximo de Pedro Juan Caballero, abasteciam as aeronaves e retornavam para o Estado de São Paulo, em algumas cidades aqui da nossa região. Nesta segunda (27), uma aeronave modelo Robinson 66, comprada pelo valor de R$ 3 milhões de reais, foi interceptada no aeroporto de Piracicaba quando retornava de um voo na fronteira do Brasil e Paraguai”, informou a Polícia Civil de Piracicaba.

Na ocasião, o piloto foi questionado e informou ter sido contratado para ir até o Mato Grosso do Sul para buscar uma caixa de dinheiro e levá-la até uma região próxima a Garça, no Estado de São Paulo.

- Continue depois da Publicidade -

“Juntamente com esta aeronave, o helicóptero Pelicano da Polícia Civil avistou outra aeronave em voo de baixa altura, operando na região do aeroporto, sem autorização para estar voando. Houve breve acompanhamento da aeronave modelo Esquilo AS350B, sendo que a mesma foi localizada em um hangar particular na cidade de Carapicuíba (SP) pelas equipes do Serviço Aerotático da Polícia Civil Paulista. Apuramos que a aeronave modelo Esquilo foi adquirida pelo valor de R$ 10 milhões de reais”, informou também a Polícia Civil.

A aeronave também passou por exames periciais e dentro dela foi encontrada uma caixa do serviço dos correios constando como destinatário o piloto do outro helicóptero abordado e o nome de outro homem no remetente. O objeto acompanhava o comprovante de recebimento e carregadores de telefone via satélite.

Leia mais aqui no PIRANOT:

Informar Erro

- Continue depois da Publicidade -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir