Fundação Casa desmente denúncia de caso de coronavírus em unidade de Piracicaba

Uma denúncia anônima chegou à redação do Jornal PIRANOT, na manhã desta quarta-feira (08), contra a Fundação Casa de Piracicaba. O denunciante (que preferiu manter seu nome em sigilo) se identificou como funcionário da Fundação Casa e disse que havia um colega seu de trabalho com suspeitas de coronavírus trabalhando normalmente na Fundação sem os devidos cuidados.

Fundação Casa
Foto: Divulgação.

De acordo com o denunciante, nesta terça-feira (07) um funcionário da Fundação Casa foi trabalhar normalmente, porém com todos os sintomas do coronavírus (Covid-19), como tosse e febre. O denunciante disse ainda que esse funcionário tinha em mãos até mesmo um atestado médico de suspeita de Covid-19, mas que, mesmo assim, a diretoria da Fundação Casa preferiu não afastá-lo do trabalho, mantendo esse funcionário trabalhando normalmente, em contato com os 37 internos de lá.

Ciente disso, o PIRANOT entrou em contato com a Fundação Casa. Em nota, a autarquia desmentiu a denúncia. “O servidor em questão esteve afastado do dia 21 de março ao dia 6 de abril, por ter apresentado sintomas de gripe, conforme ele mesmo relatou ao médico e consta no próprio atestado. Como cautela, o médico o afastou como prevenção à suspeita de coronavírus. Após o afastamento médico e, por não apresentar avanço à doença, o servidor voltou ao trabalho e está bem de saúde”, informou a nota.

A Fundação Casa disse ainda que o diretor do centro de Piracicaba informou que esse próprio funcionário, antes de vencer o período de afastamento médico e por estar bem saúde, já queria logo retornar ao trabalho, mas que ainda assim teve que cumprir o período do atestado médico. “Portanto essa denúncia não procede”, finalizou a nota.

Informar Erro
Leia também