Em Piracicaba, bairros Nova Suíça e Novo Horizonte terão empreendimentos habitacionais

Nesta semana, a Câmara de Vereadores de Piracicaba aprovou os Projetos de Lei 49/2020 e 50/2020 — enviados pela Prefeitura do município — autorizando alienação de imóvel para implantação de empreendimento habitacional inserido no programa “Minha Casa Minha Vida”, enquadrados na faixa 1,5 — ou seja, à população de menor renda de Piracicaba. Os empreendimentos serão construídos nos bairros Nova Suíça e Novo Horizonte.

Em Piracicaba, bairros Nova Suíça e Novo Horizonte terão empreendimentos habitacionais
Foto: Divulgação.

Com a aprovação da Câmara, a área de 127.156,21 m² no bairro Nova Suíça e 42.977,56 m² no Novo Horizonte passarão agora por processo licitatório.

Diante disso, a Prefeitura pretende realizar a venda dessas áreas a investidores privados interessados em promover a implantação de unidades de habitação popular, de acordo com o Programa Minha Casa Minha Vida, com condições estabelecidas em lei, visando atender a faixa 1,5 — população de menor renda de Piracicaba.

Para se encaixar na faixa 1,5 a renda familiar bruta é de R$ 2.600 reais, com subsídio de até R$ 47,5 mil para as famílias com renda bruta de até R$ 1.200. Para as famílias com renda entre R$ 1.200 e R$ 2.600, o valor do subsídio vai sendo reduzido progressivamente. O restante é financiado pelo banco em até 30 anos, com juros de 5% ao ano. O valor máximo do imóvel será R$ 144 mil.

A Emdhap (Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Piracicaba) adianta que os munícipes interessados na aquisição dessas moradias, têm que estar com o cadastro na autarquia atualizado. Os que ainda não tem cadastro, devem procurar a Emdhap, localizada na Avenida Cristóvão Colombo Nº 1.900, no bairro Algodoal. É necessário levar RG, CPF, Comprovante de Residência, Carteira de Trabalho, Título de Eleitor e Certidão de Estado Civil — se casado ou amasiado os mesmos documentos do cônjuge.

Informar Erro
Leia também