Em março, mortes por Covid-19 crescem 67,84% em Piracicaba (SP)

O número é uma comparação com os dados de fevereiro

Piracicaba (SP) registrou um crescimento de 67,84% em mortes no mês de março, que terminou ontem (31). O número é uma comparação com os dados de fevereiro.

Segundo o Governo do Estado de São Paulo (GESP), em janeiro a cidade somou 52 óbitos por coronavírus e em fevereiro foram 64. Um crescimento de 33% de um mês para o outro. Já de fevereiro para março, quando a cidade bateu recorde com 106 novas mortes, o crescimento foi de 67,84%.

Para especialistas, o mês que estamos entrando pode ainda ser o mais letal.

Lockdown

O estranho lockdown anunciado pela Prefeitura de Piracicaba (SP), com punições mais para empresários e comerciantes e pouca fiscalização em festas clandestinas, em especial em favelas, tem se mostrado ineficiente, conforme mostram os dados de isolamento social do GESP.

Nos primeiros dias das medidas mais duras na cidade, o isolamento sequer conseguiu alcançar o apoio da população, igual foi no começo do ano passado, quando a penalização econômica era inferior.

Amargo, o remédio apenas contra comerciantes e empresários é ineficiente se caso medidas duras contra pessoas, essas que elegem os políticos, não forem tomadas.

Informar Erro
Leia também