Doria deve colocar Estado de SP na Fase Vermelha aos finais de semana e a partir das 20h nos dias úteis

Apenas serviços essenciais serão autorizados a funcionar aos sábados, domingos e feriados e após às 20h nos dias úteis. O pronunciamento deve ocorrer hoje (22)

Após mais uma semana de piora nos indicadores da Covid-19 em São Paulo, o governador João Doria deve anunciar nesta sexta-feira (22) regras mais restritivas de isolamento social, e determinar que todo o Estado de São Paulo fique na Fase Vermelha aos finais de semana e feriados e a partir das 20h nos dias úteis.

Foto: Governo do Estado de São Paulo

Nesta fase mais restritiva do plano de flexibilização econômica, apenas serviços essenciais como padarias, mercados e farmácias, podem operar. Bares, restaurantes, academias, salões de beleza e comércio não poderão funcionar.

Na atualização de hoje (22), seis novas regiões devem regredir à Fase Vermelha, na qual atualmente está apenas Marília. A capital paulista e a Grande São Paulo também sofrerão alterações e ficarão na Fase Laranja, que não permite o funcionamento dos bares.

Na última sexta-feira (15), Piracicaba (SP) regrediu da Fase Amarela para a Fase Laranja por conta da piora nos indicadores da Saúde.

Desde o início do ano, o governo paulista tem feito reclassificações semanais. No final de 2020, a gestão estadual chegou a colocar o Estado na Fase Vermelha durante as festas de final de ano para tentar evitar aglomerações e os riscos de contaminação.

O Plano São Paulo analisa o grande aumento semanal de novas internações, mortes, casos ou taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atualizar as regiões nas fases.

Após o pronunciamento do governador João Doria, o PIRANOT volta com a atualização das regiões.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também