Bichinhos do Canil e do Gatil precisam de doações em Piracicaba

.

Foto: Ignácio Garcia/CCS

O Inverno acabou, o tempo esquentou, mas os bichinhos do Canil Municipal ainda precisam da ajuda de toda a população para garantir seu conforto até conseguirem um lar definitivo. Para isso, a Prefeitura de Piracicaba, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria de Saúde, continua com a campanha ForraCão, que tem o objetivo de coletar jornais velhos, que são usados para forrar as baias onde os cães e gatos resgatados permanecem até serem adotados. No total, há 15 pontos de coleta em Piracicaba, em estabelecimentos comerciais e condomínios, e o objetivo é ampliar esse número para atender os 57 cães e 25 gatos abrigados no Canil e no Gatil, atualmente.

Segundo Eliane Carvalho, médica veterinária e coordenadora do CCZ, os jornais são uma importante ferramenta para manter os bichinhos confortáveis. “Nós lavamos as baias e forramos com jornais. Quando os cães e gatos fazem xixi, o papel-jornal absorve e mantém a baia seca até a próxima limpeza. Esse manejo dos animais é repetido duas vezes ao dia. Enquanto a baia é limpa eles ficam no solário”, explica.

Eliane reforça que há a necessidade de divulgar a campanha sempre e aumentar os pontos de coleta, já que o material (papel-jornal) está cada vez mais escasso devido à mudança de plataforma da imprensa tradicional, que migra para o universo virtual cada vez mais rápido.

ELES AGRADECEM – O Hotel Cochilo do Bicho, no Terras de Piracicaba, se tornou ponto de arrecadação de jornais desde o início da campanha ForraCão, em julho. Miriam Miranda, proprietária do hotel, disse que convocou clientes e amigos para colaborarem com a campanha, que tem até uma mascote no hotel, a Bolinha, cadelinha que teve uma perna amputada após ser atropelada, foi tratada no CCZ e adotada por Miriam. “O bacana é que depois do pedido algumas pessoas começaram a arrecadar jornais no próprio prédio ou condomínio e a trazer pra gente. Sempre reforçamos esse pedido, para que as pessoas não parem de colaborar, já que muitos acham que os jornais são necessários somente no frio. Independente da temperatura, tem a questão da higiene”, ressalta.

Entre as colaboradoras de Miriam está a dentista Laís Zanello. Laís é cliente do hotel, onde deixa suas duas cadelinhas da raça buldogue francês na creche (diariamente) e também quando precisa viajar por mais tempo e não pode levá-las. “Eu moro em um prédio. Coloquei uma caixa de coleta na recepção e cartazes sobre a campanha no elevador”, conta. O sucesso é grande e, muitas vezes, os jornais precisam ser colocados em um depósito especial até serem levados ao Cochilo. “Me sinto bem ao ajudar. Se pudesse, adotaria todos os animais, mas tento fazer a minha parte, conscientizar as pessoas”, disse Laís.

Já quem mora na região da Nova Piracicaba pode se dirigir à banca de jornais de Vânia Bissoli, outra colaboradora da campanha. Sua banca, chamada Nova Piracicaba, é um ponto de coleta de jornais velhos. “Tenho aqui uma caixinha e um cartaz que explica a campanha. Sempre participo de campanhas e tenho uma cunhada que é protetora de animais, por isso sei como eles sofrem e precisam da gente”, reforça Vânia.

TROCA – Os animais resgatados pelo CCZ são vítimas de abandono, passaram por maus-tratos ou sofreram atropelamento. Na unidade, recebem tratamento completo: são medicados, vacinados, castrados e chipados. Depois disso, ficam à espera de seus futuros cuidadores. E todo mundo que tem um animal de estimação sabe como a troca é justa: eles ganham cuidado e dão muito amor e muita alegria. A equipe do Centro de Comunicação Social (CCS) da Prefeitura esteve no Canil e no Gatil para produzir esta reportagem na terça, 26/09, e teve contato com alguns dos animais. Entre eles estão Charlie, Zé Rainha, Bastão e o filhote Bibi, e também gatos adultos e filhotes muito amorosos, que ilustram essa reportagem e estão à espera de um lar.

COLABORE E ADOTE – Para se tornar ponto de recolhimento de jornais para o CCZ os interessados devem ligar no telefone 156 da Prefeitura ou no Canil – 3427-2721. O CCZ fornecerá uma caixa de papelão com um cartaz da campanha fixado, onde devem ser colocados os jornais. Periodicamente, conforme acordo, um profissional do canil passará no local para retirá-los.

Para adotar cães e gatos do CCZ é só ir ao local, de segunda a sexta, das 9h às 15h. Sábados, das 9h às 11h30 e das 13h às 14h30. O interessado precisa ser maior de idade, levar comprovante de residência e apresentar documentos pessoais.

Confira os pontos de coleta de jornais velhos da campanha ForraCão:

Agropecuária do Mané – Av. Presidente Kennedy, 356 – Nova Piracicaba

Agropet Big – Rua Ricardo Melotto, 60 – Santa Teresinha

Animalia Farma – Rua Quinze de Novembro, 1.515 – Bairro Alto

Banca de Jornal Nova Piracicaba – Av. Armando Cesare Dedini, 710 – Nova Piracicaba

Biblioteca Municipal Ricardo Ferraz de Arruda Pinto – Rua Saldanha Marinho, 333 – Centro

Caixa Econômica Federal – Av. Independência, 3.415

Condomínio Isabela – Rua Luiz Razera, 1.060 – Nova América

Edifício Cond. Acapulco – Rua Tiradentes, 490 – Centro

Hotel Cochilo do Bicho – Av. Uriel Odas, 109 – Terras de Piracicaba

Pet Shop Focinhos Gelados – Rua Regente Feijó, 1.736 – Bairro Alto

Poli Brasil – Rua Moraes Barros, 422 – Centro

Senac – Rua Santa Cruz, 1.148 – Bairro Alto

Sesc – Rua Ipiranga, 155 – Centro

Sesi – Rua Luiz Ralf Benatti, 600 – Mario Dedini

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também