Câmara aprova reajuste de 7,48% para servidores municipais de Piracicaba

Foto: Fabrice Desmonts
Foto: Fabrice Desmonts

A Câmara de Vereadores de Piracicaba aprovou o reajuste salarial do servidor público municipal em 7,48% durante a reunião ordinária desta segunda-feira (23). Apresentada em dois projetos de lei (63 e 64, de 2015), ambos de autoria do Executivo, a correção recupera a inflação do último ano e será repassada aos ativos e inativos da Administração Direta e Indireta já retroativa 1o de Março, a data-base da categoria. As proposituras também incluem, como aumento real, abono de R$ 70,00.

Na justificativa dos projetos de lei, o prefeito Gabriel Ferrato (PSDB) explica que o percentual de 7,48% abarca o aumento decorrente da perda inflacionária, “que visa tão somente evitar a desvalorização de salários e vencimentos”, aponta o chefe do Executivo. De acordo com a propositura, o valor é retirado com base na inflação média acumulada pelos indicadores de preço – IPC-Fipe, INPC-IBGE, IPCA-IBGE e ICV-Dieese, referente ao período de Março de 2014 a Fevereiro de 2015.

Já sobre o abono salarial de R$ 70,00 o prefeito Gabriel Ferrato defende, ainda na justificativa dos dois projetos de lei, que é uma maneira, amparada na lei que dispõe sobre remuneração dos servidores públicos, para estabelecer aumento nominal de 10% – no acúmulo com o reajuste salarial de 7,48%. “Assegurando uma escala progressiva de ganhos reais maiores àqueles que recebem as menores remunerações”, informa o chefe do Executivo, “assim, continuamos reduzindo as disparidades salariais da Prefeitura e promovendo maior equidade entre nossos colaboradores”, conclui.

Ainda de acordo com os projetos de lei aprovado na reunião ordinária, o abono salarial de R$ 70,00 será incorporado aos salários a partir de 1o de Janeiro de 2016.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também