Guardas baleados em Piracicaba continuam na UTI

.

Foto: WhatsApp

Os guardas-civis Fernando Dias Lima, de 43 anos, e Marcos Alexandre Pavanelo Rodrigues, de 47 anos, baleados durante fuga de criminosos na manhã de ontem (06), estão “estáveis”, segundo o boletim médico divulgado pela Santa Casa de Piracicaba. Ambos estão internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

De acordo com a Prefeitura de Piracicaba, a previsão é de que Fernando vá em breve para o quarto, enquanto Pavanelo (foto) deve seguir naquela unidade, já que seu estado ainda é grave.

Os dois faziam ronda de rotina pela rua Saldanha Marinho, nas proximidades com a avenida Independência, quando foram surpreendidos por tiros disparados por assaltantes, em fuga, que explodiram, pouco antes, um carro-forte na rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), no sentido Santa Bárbara d’Oeste a Piracicaba.

DOAÇÃO – Conforme noticiou ontem o PIRANOT, os guardas-civis precisam de doadores de sangue. Quem puder colaborar, favor procurar o Hemonúcleo, que está localizado à avenida Independência, 953, anexo à Santa Casa de Piracicaba. O funcionamento é de segunda à sexta-feira, no período da manhã.

Mais informações pelo telefone (19) 3422-2019.

ALERTAS DE NOTÍCIAS – Sempre que o PIRANOT tem uma notícia importante, ele envia para seus leitores um alerta. Instale o aplicativo do portal e saiba sempre antes de todo mundo o que está acontecendo em Piracicaba e região. Clique aqui.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também