Após manter greve, funcionários da Esalq preparam eventos em Piracicaba

Em assembléia ontem (21), funcionários da Esalq / USP de Piracicaba decidiram continuar a greve que já chega á 55 dias como vem noticiando o PiraNOT.
Os trabalhadores reivindicam melhorias nas condições de trabalho, mais investimentos em estrutura, pesquisa e reajuste salarial.

Para os próximos dias estão previstos dois eventos na cidade. O primeiro será na quinta-feira onde será realizada uma feijoada da greve e na sexta-feira um café da manhã ás 9 horas em frente ao prédio de fisioterapia do Campi Luis de Queiroz.

Informar Erro
Leia também