Alckminn volta atrás e anuncia a suspensão de reforma no ensino e fechamento de escolas

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

- Continue depois da Publicidade -

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, suspendeu hoje o decreto sobre a reorganização escolar no estado. A proposta previa o fechamento de 93 unidades de ensino em todo o estado e a transferência de 311 mil alunos. A medida será detalhada em entrevista coletiva a partir das 13h.

Nesta semana, de protestos de estudantes e universitários contrários à proposta se intensificaram. A Polícia Militar tem usado bombas de gás e spray de pimenta para conter as manifestações. Como forma de protesto, estudantes também ocuparam várias escolas.

- Continue depois da Publicidade -

No dia 1º deste mês, o governo paulista publicou decreto que autorizava a transferência de professores para a implementação da reorganização escolar. Segundo o governo, o objetivo da proposta era separar as escolas por ciclos, entre anos iniciais e finais do ensino fundamental e do médio. O decreto indicava que as transferências ocorrem “nos casos em que as escolas da rede estadual deixarem de atender um ou mais segmentos ou quando passarem a atender novos segmentos”.

Em Piracicaba seria fechada a Escola Estadual Antônio de Mello Coltrin e  outras 12 unidades passariam a ter siclo único de ensino conforme noticiou o PiraNOT.com

Com informações da Agência Brasil

Informar Erro

- Continue depois da Publicidade -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir