Piracicaba (SP) aponta saldo positivo de 568 empregos formais no mês de março

Pelo terceiro mês consecutivo, Piracicaba (SP) mostra sinais de aquecimento na economia, mediante aumento de contratações com carteira assinada no município. Segundo pesquisa divulgada em 28/04, pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), os setores que mais contrataram em fevereiro foram a Indústria, Serviços, Agricultura e Construção Civil, sendo os responsáveis pelo saldo positivo de abertura de 568 empregos no mercado de trabalho formal. Vale lembrar que em janeiro, o saldo positivo foi de 855 vagas, enquanto que o mês de fevereiro apresentou o número de 1.117.

Quem mais contratou no período englobado pela pesquisa foi o segmento da Indústria, com a criação de 1.172 postos de trabalho com carteira assinada, seguido da área de Serviços, com 918 vagas, Agricultura com 326 vagas e Construção Civil  com 142. Quem apresentou novamente números negativos foi o segmento do Comércio, desta vez com a perda de 107 vagas com carteira assinada.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (Semdettur), José Luiz Guidotti Jr., mais uma vez o segmento da Indústria está puxando as contratações no município para cima, mostrando a vocação natural de Piracicaba como polo Industrial.

Segundo ele, o que mais chamou a atenção foi o fato de o setor de Serviços aparecer na segunda colocação de contratações com carteira assinada, com 918 contratações. “Esse número representa um retorno gradativo das atividades, acompanhando também a retomada gradual da economia no país. Convém lembrar que a pesquisa do Caged é referente ao mês de março, período que vivíamos uma fase menos restritiva da circulação de pessoas, antes do travão emergencial em Piracicaba e da própria fase vermelha do Plano São Paulo”, finalizou Guidotti.

 

Informar Erro
Leia também