Expresso do chucrute rumo a Berlim

Expresso do chucrute rumo a Berlim

(por David Lorenzon Ferreira)

Êeeeê! Bumba meu Boi Bumbá! Sacode a poeira e a grama moída, foca em 2018 na Copa da Rússia para quiçá dar a volta por cima, já que o Fuleco envergonhadíssimo, enfiou a cara na terra e só reapareceu ao lado de Ivete Sangalo. A taça é transitória e um dia ela poderá voltar para nós brasileiros, enquanto que os nossos políticos precisarão muito mais do que promessas mirabolantes, além dos dois tempos de 45 minutos e suas prorrogações quando preciso, para tentar conquistar o nosso voto nas eleições de outubro deste ano. Acorda Brasil! Que a COPA foi dos loiros, mas não do José!

Como de costume, seguiu-se todo o protocolo de encerramento para uma Copa do Mundo. Gisele Bündchen presente e, Dilma, aparentemente ausente, reapareceu rapidamente para entregar a taça aos alemães. A taça presente e nosso hexa mais uma vez ausente. Alguns chefes de estado presentes e o nosso orgulho ausente. Muchos Hermanos presentes, assim como os alemães sorridentes.

Quanto ao show de encerramento, este foi tão chocho quanto à abertura do mundial. O que salvou o espetáculo final foi Ivete Sangalo, pois do resto dispenso comentários. Não entendo como um país que faz o melhor carnaval do mundo, único em originalidade, não pode apresentar coreografias tão belas quanto às comissões de frente de nossas escolas de samba paulistas ou cariocas.

O espetáculo do Festival Folclórico de Parintins é indiscutivelmente fabuloso e com toda certeza seria ovacionado por milhões de pessoas ao redor do mundo que acompanharam este mundial futebolístico. Porque não abrir e encerrar a Copa das Copas com um duelo entre o Boi Caprichoso e o Boi Garantido representando todas as seleções que por aqui passaram?

Por que é que não chamaram a Madonna e a Lady Gaga para que o significado e tradução da palavra show fosse realmente levada a sério e ao pé da letra? Até mesmo um show com o holograma de Michael Jackson cumpriria melhor este papel. Ou quem sabe, até mesmo os Teletubbies.

Na final desse samba do crioulo doido, acabamos em quarto lugar neste mundial e somos um país do terceiro mundo, pior é a nossa classificação em relação aos índices de educação e de outras áreas sociais que vários governos jaz prometeram zerar ou se aproximar dos níveis aceitáveis / recomendáveis pelos países de primeiro mundo.

Que jogo mais difícil esse da final da Copa de 2014, mas o Maracanã estava repleto de celebridades nacionais e internacionais. Um festival de esforços por ambos os lados (Argentina x Alemanha) para tentar fazer um gol. E, novamente, o jogo terminou sem gols e a decisão do campeonato foi decidida na prorrogação. Será que os Papas dormiram durante o jogo todo, já que a demora na resposta por suas orações não chegaram de forma expressa ao Rio de Janeiro?

#Tédio! Pela demora na decisão dessa Copa. #Chateado por longos anos, pela derrota do Brasil. Porém, após tanta emoção rolando em campo, trombadas de cabeça e sangue europeu derramado em solo sul-americano, a decisão nos pênaltis levou a Alemanha a ser campeã do mundo na Copa das Copas de 2014. Sehr gut! (Muito bem!) Goal! Gol! Argentina 0 x 1 Alemanha!

Sem palavras, a profecia do desenho dos Simpsons se tornou realidade. Pelo menos os argentinos não levaram o título para Buenos Aires e poderemos alfinetá-los de volta quando jogarem na nossa cara o fatídico resultado de 7 a 1 para a Alemanha – que agora vai doer um pouco menos em nossa memória e em nosso peito. Um resultado benéfico para nós brasileiros, um toma lá dá cá! Valeu Alemanha! Porém o Hexa continua em nossos planos e é o nosso tão sonhado título para a Copa de 2018 na Rússia! Vamos treinar muito daqui até lá, reformular nosso futebol e levar um time real e não apenas um craque e suas sombras. Vamos Brasil! Vamos sambar no Kremlin para comemorar o Hexa 2018! A vodca fica por mim conta. Как будто. Каждый, кто платит свою водку.

2014 copa alemanha 2014 Russia 2018

Informar Erro
Leia também