Connect with us

Notícias

Procon Piracicaba orienta consumidores sobre compras na Black Friday

Rafael Fioravanti

Published

on

A Black Friday é um dos eventos mais esperados do ano, até porque muitas pessoas sonham em ir às lojas e comprar os produtos que mais precisam devido aos grandes descontos. Contudo, é preciso ficar atento.

Procon Procon/SP

Foto: Arquivo

A Black Friday acontece no 29 de novembro e o Procon Piracicaba traz aos consumidores uma série de recomendações. Confira abaixo.

Recomendações

  • Controlar a ansiedade frente às liquidações anunciadas, fazendo um planejamento do que é preciso adquirir, ou seja, não fazer gastos desnecessários, já que logo na sequência, o consumidor vai se deparar com IPTU, IPVA, matrícula escolar, etc;
  • Fazer lista dos produtos que precisa ou gostaria de adquirir;
  • Realizar pesquisa de preços de forma bem ampla: pesquisar pela internet em vários sites diferentes e em estabelecimentos físicos também;
  • Começar a pesquisar bem antes da data definida para ‘Black Friday’, já que muitas empresas maquiam o preço para que o produto pareça mais barato, ou seja, sobem o valor na véspera e baixam na data como se fosse uma oferta;
  • Além do preço, o consumidor deve pesquisar também a forma de pagamento, já que é muito comum grandes descontos para pagamento à vista em dinheiro ou direto no cartão em uma única parcela;
  • Guarde as imagens e e-mail publicitários. Toda informação suficientemente precisa tem valor de contrato e obriga a empresa a cumprir a oferta nos exatos termos do anúncio. A informação sobre o preço do produto, características, prazo de entrega, formas de pagamento, despesas adicionais ou acessórias (de entrega ou seguros), validade, quantidade, composição e origem deve ser clara e precisa, de modo a facilitar a compreensão do consumidor e não induzi-lo em erro;
  • Verificar as condições de venda do produto (prazo da garantia que é concedido, prazo de entrega do produto, despesas adicionais (frete) etc); direito de arrependimento ou cancelamento;
  • Guardar o folheto ou print screen (foto da tela do computador ou celular) com a demonstração da compra (dados do produto, valor, confirmação da compra (número do pedido), prazo de entrega etc);
  • Procurar por site seguro, principalmente se a compra for feita pela internet, pesquisando a idoneidade da loja (a identificação da loja (razão social, CNPJ, endereço e canais de contato); verificar se a empresa possui endereço físico; se aparece um cadeado no canto esquerdo da barra de busca etc). Também é importante acessar o histórico de reclamações no Procon, no site consumidor.gov.br, do Ministério da Justiça ou no site do Reclame Aqui, para verificar a reputação da loja;
  • Jamais faça transações online em computadores desconhecidos (lan houses, cyber cafés, máquinas ou redes públicas), pois eles podem não estar adequadamente protegidos;
  • O consumidor pode consultar a lista do Procon-SP << www.procon.sp.gov.br >>, onde encontrará cerca de 500 sites que devem ser evitados;
  • É muito comum o consumidor receber, próxima a data, diversos e-mails com ofertas imperdíveis. Antes de clicar, desconfie. Você pode ser uma vítima de fraude;
  • Preços muito abaixo da média praticada também são indícios de fraude. Fique atento.

Tendo tudo isso em mente, boas compras!

Rafael é formado em jornalismo (comunicação social) pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Possui experiência em redações e editoras literárias. Integra a equipe do Jornal PIRANOT desde dezembro de 2017.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.