Connect with us

Piracicaba

Presidente do Semae visita áreas que sofrem com falta de água e promete solução

Redação - PIRANOT / PORJUCA

Published

on

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O presidente do Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto), José Antonio de Godoy, se reuniu com líderes da comunidade Cantagalo na última semana para explicar a falta de abastecimento de água na região e passar detalhes sobre a obra da nova adutora, no Kobayat Líbano, que deverá aumentar em 40% a vazão e solucionar o problema.

Na semana passada, pelo menos nove bairros tiveram falta de abastecimento quase todos os dias. Em alguns, a falta durou quase três dias.

O presidente da autarquia e o engenheiro de saneamento do Semae, Pedro Caes, conversaram com Marcos Aparecido Santos, presidente da Cantagalo, e com os moradores William Gomes e Silas Andrade Alves, que representaram a comunidade. “A região tem sofrido com a falta de abastecimento nos últimos dias. O Semae está geofonando o local em busca de vazamentos, para sanar esse problema. O agravante é que a maioria das casas não possui reservatórios”, declarou Godoy.

Para regularizar a situação, o Semae está com obras em andamento. São elas: a instalação de uma adutora de 300 milímetros, que interligará os reservatórios da Paulicéia ao do Kobayat Líbano. Essa adutora irá abastecer os bairros Novo Horizonte, Kobayat Líbano, Santo Antônio, Nova Suíça, Água Bonita, São Jorge, São José, Jardim Planalto, Parque Sabiás, Jardim Nova Suíça, Glebas São Geraldo, Santa Fé, Santana, Chácaras Veneza, Pau Queimado, Água Bonita, Chácara Canaã, Convívio Santa Tereza, Residencial Paineiras, Conjunto Habitacional Cantagalo e bairros próximos. O investimento total da obra é R$ 3,5 milhões.

A conclusão acontecerá em duas etapas. Na primeira, serão aproximadamente 2,4 km de rede, com início próximo ao reservatório da Paulicéia, na rua Marilice da Silva Pinto, esquina com a avenida Raposo Tavares, e seguirá até a rua Garças. Na segunda, serão mais 2,3 km de rede, que seguirá da rua Pedro Habechiam até o reservatório de água do Kobayat Líbano, localizado na rua Frei Francisco Antonio Perin.

A adutora do Kobayat Líbano é o resultado de estudos elaborados pela equipe técnica do Semae e é realizada com recursos e mão-de-obra próprios da autarquia.

.

PERDAS FÍSICAS – Está em andamento o processo licitatório do Plano de Combate às Perdas Físicas de Água – Macro Setores I e II, onde está incluída toda a região da Paulicéia. O plano, que prevê principalmente a setorização, o controle automático das pressões e vazões nas redes de abastecimento, deverá eliminar mais de 50% do que é perdido hoje.

A ação também aumentará a eficiência no atendimento aos vazamentos e, principalmente, aumentará consideravelmente a disponibilidade de água para a população, água que hoje é perdida. No total, serão investidos R$ 9,7 milhões, oriundos da cobrança pelo uso dos recursos hídricos dos rios de domínio da União (Cobrança Federal PCJ), e 30% de contrapartida da autarquia.

O primeiro passo do Plano de Combate às Perdas Físicas de Água foi aplicado na região de maior perda na cidade de Piracicaba, região do bairro Boa Esperança, e já mostra resultados positivos. Entre eles estão a redução do número de vazamentos, de uma média de 70 por mês para 19 vazamentos no mês de fevereiro, o primeiro mês após a conclusão dos trabalhos. Também houve a redução da média das perdas físicas para 29,15% (média da cidade 50,2%), bem próximo da meta de 25%, que deverá ser atingida nos próximos meses.

Fundado em 18 de novembro de 2011, o Jornal PIRANOT é uma marca da Empresa Júnior Cardoso LTDA. Aqui, notícias de Piracicaba são prioridades. Confira tudo o que acontece de mais importante na cidade em tempo real. Jornalismo 24 horas de plantão.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.