Connect with us

Economia

Prefeitura faz cortes e economiza mais de R$ 3,5 milhões em 2017

Published

on

A Prefeitura de Piracicaba informou esta semana que conseguiu economizar R$ 3.562.451,00 reais por meio de redução de horas extras.

Segundo a Prefeitura, de janeiro a dezembro deste ano, as horas extras diminuíram de 890.569 (computadas em 2016) para 718.764, agora em 2017. A redução, em números, é de 19,29% — ou seja, 171.805 horas a menos.

Barjas Negri, o atual prefeito, comenta que as medidas vieram desde o começo de sua gestão, e enfatiza que elas têm como objetivo precípuo conservar a saúde financeira da cidade.

A redução de horas extras se deu em quase todas as pastas.

Mesmo focando na economia de contas para obtenção de uma gestão mais eficiente, a Prefeitura afirma que houve todo o cuidado para que o atendimento ao público não se sucateasse.

Cortes

Uma das primeiras ações tomadas em busca de uma economia foi contingenciar recursos.

A contingência se deu primeiro no valor de R$ 65 milhões, e depois, por meio de decretos (ao perceberem que as previsões de receitas não acompanhariam o índice inflacionário), em mais R$ 10 milhões.

Os cortes se deram, sobretudo, em investimentos (70% obras/equipamentos) e custeio (10%) de verbas passíveis de corte.

Despesas como horas-extras, diárias e passagens tiveram corte de 50%.

O PIRANOT / PORJUCA tem mais notícias. Para lê-las, acesse nossa capa em www.piranot.com ou clique aqui.

Rafael Fioravanti é formado em jornalismo (comunicação social) pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Possui experiência em redação e integra a equipe do Jornal PIRANOT desde dezembro de 2017.