Connect with us

Piracicaba

Plantão do PiraNOT ajuda família a reconhecer homem que morreu em praça

Junior Cardoso

Published

on

Foto: Valter Martins / Piracicaba em Alerta

Foto: Valter Martins / Piracicaba em Alerta

Através da cobertura jornalistica do PiraNOT, a família de um homem encontrado sem vida na tarde desta terça-feira (15) em um banco de uma praça em frente de um hotel na Avenida Beira Rio, em Piracicaba, conseguiu reconhece-lo e garantir que o mesmo não fosse enterrado como indigente.

O plantão do site começou às 15h40 quando o repórter cinematográfico Valter Martins, que colabora com a editoria de policia, encaminhou as primeiras imagens direto da praça. Em poucos minutos a notícia já estava no ar com os links espalhados nas principais e mais relevantes páginas e grupos da cidade.

Foto: Valter Martins / Piracicaba em Alerta

Foto: Valter Martins / Piracicaba em Alerta

As primeiras informações apontavam que a vítima, de 51 anos, teria sofrido um AVC (Acidente Vascular Cerebral). A família conversou com o site e disse que ele acabou sofrendo na verdade um enfarte segundo exames mais detalhados no IML (Instituto Médico Legal).

O homem era conhecido como Carlos e nos últimos anos vinha sofrendo com depressão após uma decepção amorosa. Familiares tentaram oferecer para ele tratamentos, mas a vitima recusava. No último sábado ele foi ao Pronto-Socorro da Vila Rezende onde ficou internado para receber medicação e acabou fugindo. Desde então a família vinha procurando ele, mas sem sucesso.

Ao ver a foto do homem e a notícia na fan page principal do PiraNOT, uma sobrinha entrou em contato com a Polícia Civil e fez o reconhecimento do corpo. O velório está sendo realizado no Cemitério da Vila Rezende onde o corpo também será enterrado nesta quarta-feira. “Nós agradecemos ao site porque se não fosse vocês ele provavelmente seria enterrado como indigente já que estava sem documentos também” disse M.R.V. que reconheceu o tio e comunicou a família.

Diretor, editor chefe e jornalista do PIRANOT. Começou a trabalhar em 2007, aos 14 anos, quando lançou seu primeiro blog na internet. Em 2011, criou o PIRANOT e fez parte, por três anos, de um programa da extinta TV Beira Rio. Estudou jornalismo na UNIMEP e assessoria de imprensa no SENAC. Fez estágio na Câmara de Vereadores e teve passagens por duas rádios de Piracicaba.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.