Connect with us

Piracicaba

Morre mais uma vítima do acidente na estrada do Pau Queimado, em Piracicaba

Junior Cardoso

Published

on

Foto: Reprodução / Facebook

Foto: Reprodução / Facebook

Por volta das 23 horas de ontem, cerca de cinco horas após o acidente que matou uma mulher, o filho dela, Marcos Paulino, não resistiu e morreu. A namorada dele e o filho também estavam no carro e sofreram ferimentos graves.

Segundo informações do local do acidente, a estrada que liga o bairro Pau Queimado ao distrito de Anhumas, dois carros, um Fiat Ideia prata e um Volkswagen Golf branco, colidiram de frente. Uma mulher, conhecida pelos vizinhos no bairro Santo Antônio como Tereza, morreu na hora. O filho dela, o neto e a nora foram socorridos ao Hospital dos Fornecedores de Cana e para a Santa Casa.

Foto: Reprodução / Facebook

Foto: Reprodução / Facebook

O acidente ocorreu por volta das 18 horas. A morte de Marcos foi comunicada pelo hospital para a família por volta das 23 horas. Uma vizinha, através do grupo “PiraNOT.com”, falou sobre a tragédia. “Nossa, até agora estamos todos na frente da casa dela para saber notícias, aí a irmã dela chegou e entregou, mas estava muito arrasada e não conseguiu falar com ninguém. A sobrinha da Terezinha estava conversando conosco e o telefone tocou e era do hospital avisando o falecimento do Marcos” disse Bruna Lira.

A suspeita inicial da família, que deve ser averiguada pela Polícia Civil, é de que o motorista do outro carro tenha invadido a pista contrária e provocado o acidente.

Pela fanpage do PiraNOT, alguns dos 49 mil seguidores do site falaram sobre o perigo que é a estrada. “Pista estreita e os motoristas não respeitam as sinalizações. Ultrapassam até em curvas. Passei por lá e estava interditado. Tivemos que fazer retorno” disse Maria José Eleutherio.

Foto: Reprodução / Facebook

Foto: Reprodução / Facebook

Igor Eduardo Irany viu o trabalho dos socorristas. “E realmente perigosa essa pista. Eu moro perto da onde aconteceu e vi a vítima fatal. Foi muito chocante” comentou.

A internauta Luci Bertazzoni fez um desabafo. “Confesso que não gosto dessa estrada, mas como tenho parentes no Sete Barrocas, as vezes o trajeto é inevitável, mas podendo mudar o caminho, eu prefiro, mesmo que fique mais longe”.

A mesma opinião é de Deia e Dil Pigozzi. “Nossa realmente é muito perigosa mesmo essa pista. Aí é onde a árvore caiu e eu bati o carro. É mal sinalizada e escura a noite. Vamos ver as providências que a prefeitura vai tomar agora. É sempre assim, enquanto não morre uns ninguém faz nada. Estamos esquecidos aqui nesse pedacinho de mundo isso porque agora aqui não é mais zona rural e sim urbana. Imaginem só” disse.

Foto: Valter Martins / Piracicaba em Alerta

Foto: Valter Martins / Piracicaba em Alerta

 

MAIS NOTÍCIAS – Participe do nosso grupo no Facebook, o “PiraNOT.com” e receba as informações da cidade em primeira mão. Acidentes, prisões, empregos e muito mais. Clique aqui e conheça.

Diretor, editor chefe e jornalista do PIRANOT. Começou a trabalhar em 2007, aos 14 anos, quando lançou seu primeiro blog na internet. Em 2011, criou o PIRANOT e fez parte, por três anos, de um programa da extinta TV Beira Rio. Estudou jornalismo na UNIMEP e assessoria de imprensa no SENAC. Fez estágio na Câmara de Vereadores e teve passagens por duas rádios de Piracicaba.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.