Connect with us

Notícias

Morre aos 75 anos, o piracicabano Coutinho, ex-atacante do Santos e da Seleção Brasileira

Fernanda Maestro

Published

on

O piracicabano e ex-atacante Antonio Wilson Honório, conhecido como Coutinho, que defendeu o Santos Futebol Clube, foi campeão da Copa do Mundo pela Seleção em 1962 e fez uma famosa dupla de ataque com Pelé, morreu na noite desta segunda-feira (11), em Santos (SP), aos 75 anos.

Foto: Reprodução

Já na madrugada de terça-feira (12), a assessoria de imprensa do Santos informou que Coutinho morreu após sofrer um infarto no miocárdio em decorrência de diabetes e hipertensão arterial. Ele estava em casa e faleceu na hora, tudo aconteceu por volta das 19h30.

Sepultamento

O Santos abriu o Salão de Mármore da Vila Belmiro para o velório. Coutinho está sendo velado desde às 01h desta terça-feira (12). O enterro será às 18h, no cemitério Memorial Necrópole Ecumênica, também em Santos, informou o clube.

Carreira

Nascido em Piracicaba (SP), no dia 11 de junho de 1943, Antonio Wilson Honório, mais conhecido como Coutinho, foi o mais jovem jogador a atuar nos profissionais do Santos com apenas 14 anos. Durante suas passagens pelo Santos, entre 1958 e 1968 e depois em 1970, Coutinho atuou em 451 partidas oficiais e 16 não oficiais e marcou 368 gols. Até hoje, ele é considerado o terceiro maior artilheiro da história do time.

Coutinho formou com Pelé uma das maiores duplas de ataque da história do futebol. Atuaram juntos nas décadas de 1950 e 1960. O ex-atacante fez parte do elenco da Seleção que conquistou em 1962, no Chile, o bicampeonato da Copa do Mundo para o Brasil. Defendeu ainda Vitória, Portuguesa, Bangu, Saad e Atlas (do México).

Foto: Divulgação

Jornalista formada pela Universidade Metodista de Piracicaba. Trabalhou em campanhas políticas e estagiou na Câmara de Vereadores de Piracicaba. Atualmente, integra a equipe dos jornais PIRANOT e PORJUCA.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.