Connect with us

Piracicaba

Homem mata e queima mulher em Piracicaba após ser chamado de ‘nóia’

Junior Cardoso

Published

on

Foi preso nesta terça-feira (22), em Piracicaba (SP), um homem de 33 anos. Ele é acusado de matar e tentar queimar o corpo de uma mulher com quem mantinha um relacionamento, após ser chamado de ‘nóia’.

Foto: Divulgação

O crime foi no último dia 05 em um matagal do bairro Algodoal e foi noticiado em primeira mão aqui no Jornal PIRANOT/PORJUCA. Na ocasião, o corpo da vítima foi encontrado em um terreno baldio frequentado por dependentes químicos, próximo da Rodovia Geraldo de Barros. Ele estava parcialmente queimado e sem documentos.

O cadáver foi recolhido ao IML e um trabalho para identificá-lo teve início até que uma irmã da vítima procurou a polícia e a reconheceu como Daiana Marcela do Prado, de 33 anos.

Com a identificação, a DIG (Delegacia de Investigações Gerais), ouviu testemunhas e tomou conhecimento que a mulher mantinha um relacionamento com um homem e que ele havia ameaçado cometer o crime um dia antes, por ciúmes. Localizado, o suspeito foi levado até a delegacia onde confessou o homicídio alegando que foi chamado pela mulher de ‘nóia’ e não aceitou.

  • DINHEIRO DE VOLTA – receba de volta tarifas cobradas ilegalmente no seu contrato de financiamento de veículo já quitado. Saiba mais clicando aqui.

Diante dos fatos, o cadáver encontrado passou por exame de DNA e assim que confirmar ser de Daiana será entregue para a irmã realizar o sepultamento.

Diretor, editor chefe e jornalista do PIRANOT. Começou a trabalhar em 2007, aos 14 anos, quando lançou seu primeiro blog na internet. Em 2011, criou o PIRANOT e fez parte, por três anos, de um programa da extinta TV Beira Rio. Estudou jornalismo na UNIMEP e assessoria de imprensa no SENAC. Fez estágio na Câmara de Vereadores e teve passagens por duas rádios de Piracicaba.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.