Connect with us

Notícias

Em Piracicaba, homem que alvejou indivíduo que invadiu sua casa agiu em legítima defesa

Rafael Fioravanti

Published

on

Conforme o Jornal PIRANOT noticiou no fim da tarde desta quarta-feira (12), por meio de um plantão, um homem de 35 anos foi alvejado com um disparo de arma de fogo ao tentar invadir uma residência no bairro da Vila Rezende, em Piracicaba (SP). O incidente ocorreu por volta das 16h55, na Avenida Francisco Faria, zona oeste do município.

Foto: Wagner Romano / Jornal PIRANOT

De acordo com informações registradas pela Polícia Civil em Boletim de Ocorrência, o indivíduo de 36 anos é namorado da enteada da vítima. Ao que consta, o indivíduo pulou o muro da residência da vítima, e, por meio de força física, tentou invadir a casa. Enquanto ele arrombava a porta da sala, munido ainda de um facão, a vítima efetuou um único disparo de arma de fogo contra ele a fim de se defender. Mesmo alvejado, o indivíduo continuou esmurrando a porta por mais algum tempo.

Em seguida, a vítima solicitou à sua enteada que acionasse a Polícia Militar. O indivíduo recebeu primeiros socorros no local, por conta do tiro que levou no braço, e consequentemente acabou conduzido ao Pronto Socorro da Vila Rezende. Policiais disseram que enquanto o indivíduo era resgatado, ele gritava a todo momento para a vítima que “voltaria para matá-la.”

O facão utilizado pelo indivíduo foi apreendido pelos policiais, assim como a arma que a vítima utilizou para se defender — uma Taurus calibre 38 com sete cartuchos íntegros e um deflagrado.

Na delegacia, o delegado reconheceu que a vítima agiu em legítima defesa, a fim de se resguardar de uma “injusta agressão contra o patrimônio e vida, própria e de sua família.”

A Polícia Civil registrou o caso às 19h30 desta quarta-feira (12), como legítima defesa, incurso no Artigo 23 (Exclusão de Ilicitude) do Código Penal Brasileiro, além de crimes de ameaça e violação de domicílio, incurso, respectivamente, nos Artigos 147 e 150 do CP. O 4º Distrito Policial do município ficou encarregado da investigação.

Foto: Wagner Romano / Jornal PIRANOT

Foto: Wagner Romano / Jornal PIRANOT

  • Sua moto está precisando de manutenção, acessórios ou peças? Então conheça a SOS Motos e encontre tudo o que você precisa. Clique aqui e veja mais.

Rafael é formado em jornalismo (comunicação social) pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Possui experiência em redações e editoras literárias. Integra a equipe do Jornal PIRANOT desde dezembro de 2017.

2 Comments

2 Comments

  1. Avatar

    Luis

    13 de fevereiro de 2020 at 12:22

    Parabéns para a atitude do delegado. Se quem quisesse ter a posse de arma, a população teria mais segurança, pois a polícia não faz milagres e bandidos e tranqueiras, nascem aos montes num país onde a justiça não funciona, é cara e péssima.

  2. Avatar

    Nilce

    13 de fevereiro de 2020 at 15:53

    O Direito dos Manos deveria ter aula com esse Delegado!Parabéns!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.