Connect with us

Notícias

Em Piracicaba, guarda civil condenado por corrupção passiva é localizado e preso

Rafael Fioravanti

Published

on

O guarda civil de Piracicaba condenado por crime de corrupção passiva, após ter pedido propina para liberar três pessoas por tráfico de drogas, foi localizado e preso em Piracicaba na noite desta segunda-feira (23). Ele estava foragido desde agosto e foi encontrado no bairro Mário Dedini, zona norte do município.

Foto: Wagner Romano / PIRANOT

O crime ocorreu em dezembro de 2015, ocasião em que o guarda pediu R$ 20 mil reais para não prender três pessoas por crime de tráfico de drogas. Ele foi autuado em flagrante no estacionamento de uma agência bancária da Avenida Carlos Botelho, onde recebia parte do dinheiro. O guarda respondia pelo crime em liberdade, após conseguir, em 2016, um habeas corpus.

Em junho deste ano, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) ordenou pela condenação do guarda, determinando que sua pena de três anos e meio fosse cumprida, primeiro, em regime semi aberto, e não em regime aberto conforme havia decidido o juiz em primeira instância.

Entenda o caso

O caso aconteceu no dia 18 de dezembro de 2015 e, na ocasião, o Jornal PIRANOT acompanhou todo o desenrolar da história. Para saber todos os detalhes do crime de corrupção passiva cometido pelo guarda civil clique aqui.

Guarda Municipal de Piracicaba é preso recebendo propina em banco

Rafael é formado em jornalismo (comunicação social) pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Possui experiência em redações e editoras literárias. Integra a equipe do Jornal PIRANOT desde dezembro de 2017.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.