Connect with us

Notícias

Dedini quita salários atrasados para demitidos em 2015 e 2016

Redação - PIRANOT / PORJUCA

Published

on

O juiz Marcos Douglas Veloso Balbino da Silva, da 2ª Vara Cível de Piracicaba, deferiu pedido do Grupo Dedini de liberação de R$ 11.439.728,79 para a quitação de dívidas trabalhistas de seu processo de recuperação judicial. O dinheiro é referente principalmente a salários atrasados.

Dinheiro será usado para pagar impostos atrasados da empresa com o governo federal - Foto: Arquivo

Foto: Arquivo

Nesta terça-feira, foram liberados alvarás judiciais para que os últimos 109 credores trabalhistas possam retirar os valores no banco. Com a decisão, a empresa quita os débitos trabalhistas incluídos no processo de recuperação judicial. No total, foram pagos mais de R$ 55 milhões a mais de 2.000 credores.

Segundo informações da Mandel Advocacia, assessoria jurídica da Dedini, a verba utilizada para o pagamento da classe I é referente a valores desbloqueados em execuções fiscais e venda de imóveis das recuperandas. Os pagamentos às demais classes ainda pende de análise judicial.

De acordo com a Mandel Advocacia, a Dedini Indústrias de Base vem cumprindo o plano de recuperação aprovado pelos credores, sendo certo que os pagamentos vêm sendo fiscalizados pela Administradora Judicial Deloitte.

A recuperação judicial foi requerida pelo Grupo Dedini em 24 de agosto de 2015, e o plano de recuperação aprovado em agosto de 2016 pela assembleia de credores. Foi homologado em fevereiro de 2017.

A Dedini segue ainda com outras dívidas trabalhistas, como o FGTS.

Como sacar o dinheiro

Para sacar o dinheiro, cada ex-trabalhador deve buscar um alvará para a liberação do pagamento. Em seguida, com o documento em mãos, ele deve ir até uma agência bancária para transferência ou retirada dos pagamentos.

Fundado em 18 de novembro de 2011, o Jornal PIRANOT é uma marca da Empresa Júnior Cardoso LTDA. Aqui, notícias de Piracicaba são prioridades. Confira tudo o que acontece de mais importante na cidade em tempo real. Jornalismo 24 horas de plantão.

3 Comments

3 Comments

  1. Avatar

    Elenice Mondoni de Oliveira

    2 de outubro de 2019 at 09:25

    Que maravilha parabéns ao Grupo Dedini, pois as dificuldade são enormes para as empresas.

  2. Avatar

    Anônimo

    2 de outubro de 2019 at 12:09

    Quitou dívida nada… Sai em 2016 e até agora não recebi. Quem saiu de 2015 até 2016 não recebeu ainda. Recebeu a rescisão de contrato que foi vergonhosa os valores que ela pos.sinceramente é um descaso com os trabalhadores, falar que quitou é fácil, difícil é pagar duas dividas.

  3. Avatar

    Geraldo Nunes

    7 de outubro de 2019 at 21:09

    Ja sairá a lista de beneficiados q a dedine vai pagar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.