Connect with us

Mercado de Trabalho

Dedini pagará R$ 574 mil por mês para quitar dívida com demitidos

Junior Cardoso

Published

on

Foto: Divulgação / Mateus Medeiros

Foto: Divulgação / Mateus Medeiros

O Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba, ex-trabalhadores da Dedini Indústria de Base S/A e representantes da empresa participaram ontem a tarde de mais uma audiência cautelar das verbas rescisórias na Justiça do Trabalho.

Na audiência a empresa apresentou como proposta o pagamento mensal de R$ 574 mil reais, em que a juíza Valéria Candido Peres determinou que a empresa começara o pagamento no dia 29 de cada mês a começar por este mês de novembro.

O valor engloba dois processos rescisórios e será dividido da seguinte forma: R$1000,00 mais ticket alimentação aos demitidos em agosto de 2015 e R$ 1226,00 aos demitidos em fevereiro e novembro de 2014.

Os pagamentos serão feitos até a Assembleia de Credores na recuperação judicial (estimada para ocorrer entre fevereiro e março de 2016), após os créditos remanescentes serão pagos em até 12 parcelas. Ao todo 468 trabalhadores serão contemplados com a medida.

Alguns imóveis e outras penhoras para a quitação dos créditos dos trabalhadores foram disponibilizados pela empresa, mas dependem da recuperação judicial.

De acordo com João Carlos Ribeiro, Jipe, diretor do Sindicato, “esse valor irá contribuir para diminuir as perdas que os trabalhadores já sofreram, pois foram demitidos e ficaram sem receber. Seria uma amortização da dívida, mas os trabalhadores tem muito ainda a receber”, destacou.

A juíza Valéria Candido Peres marcou uma nova audiência para o dia 20 de abril de 2016, já que os valores que serão pagos pela Dedini é apenas uma parte das verbas rescisórias dos trabalhadores, ainda há atrasos em férias, FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), dentre outros direitos na rescisão contratual.

Diretor, editor chefe e jornalista do PIRANOT. Começou a trabalhar em 2007, aos 14 anos, quando lançou seu primeiro blog na internet. Em 2011, criou o PIRANOT e fez parte, por três anos, de um programa da extinta TV Beira Rio. Estudou jornalismo na UNIMEP e assessoria de imprensa no SENAC. Fez estágio na Câmara de Vereadores e teve passagens por duas rádios de Piracicaba.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.