Connect with us

Piracicaba

Coronavírus: Prefeitura fecha cinco parques e o Horto de Tupi até o dia 07 de abril

Rafael Fioravanti

Published

on

Cinco parques municipais de Piracicaba considerados “fechados” (pelo fato de serem rodeados por grades) serão fechados ao público a partir desta terça-feira (24), como forma de enfrentamento à pandemia do coronavírus (Covid-19). O Horto de Tupi também está encerrando as visitações públicas temporariamente.

Foto: Júnior Cardoso / PIRANOT

Obedecendo à quarentena do município — estabelecida pelo Decreto Municipal Nº 18.230 de 23 de março de 2020, que mantém Piracicaba em situação de calamidade pública — ficam fechados ao público: o Parque da Rua do Porto, o Parque do Piracicamirim, a Estação da Paulista, o Parque do Monte Líbano e o Parque Natural da Cidade (em Santa Terezinha, às margens da SP-304). Todos permanecerão fechados até o dia 7 de abril – prazo este que poderá ser prorrogado em caso de necessidade.

A Estação Experimental de Tupi (Horto de Tupi), que se encontra dentro de uma área de proteção do Governo do Estado de São Paulo, também ficará fechada até o final do mês que vem. Além da quarentena municipal, o governo paulista também baixou uma resolução determinando o fechamento do Horto de Tupi e de outros parques estaduais de sua responsabilidade “até o dia 30 de abril”.

Desde a semana passada, o complexo Paraíso da Criança/Zoológico Municipal de Piracicaba e a área de exposição de animais taxidermizados do Núcleo de Educação Ambiental (NEA), no Parque do Mirante, já tiveram suas portas fechadas ao público por tempo indeterminado.

Fiquem em casa!

A Prefeitura de Piracicaba e a Sedema continuam pedindo para que a população, durante este atual período da quarentena, evite frequentar outros parques e praças públicas como, por exemplo, a Área de Lazer do Trabalhador e o Parque do Mirante, para evitar a disseminação do vírus.

 

  • Sua moto está precisando de manutenção, acessórios ou peças? Então conheça a SOS Motos e encontre tudo o que você precisa. Clique aqui e veja mais.

Rafael é formado em jornalismo (comunicação social) pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Possui experiência em redações e editoras literárias. Integra a equipe do Jornal PIRANOT desde dezembro de 2017.