Connect with us

Piracicaba

Companhia Nacional de Álcool, maior fabricante de álcool gel do país, fica em Piracicaba

Rafael Fioravanti

Published

on

A Companhia Nacional de Álcool (CNA), com sede em Piracicaba, aumentou sua produção de álcool gel 70% desde que foi confirmado o primeiro caso de coronavírus (Covid-19) aqui no Brasil, em fevereiro. A produção do frasco de 400 gramas, que era de 120 mil unidades por mês, deve chegar a 300 mil unidades por dia. Isso totalizará mais de 8 milhões de frascos, ou 4 toneladas do produto, um aumento de 6.500%.

álcool gel

Foto: Divulgação.

De acordo com Leonardo Ferreira, presidente da empresa, a fábrica é responsável por 70% da produção do produto no Brasil. O álcool gel é indicado para higiene das mãos, além de objetos, como telefones, cadeiras, maçanetas. De acordo com uma recomendação do Ministério da Saúde, a proliferação do vírus também é evitada com o uso de água e sabão para lavar as mãos — dedos, unhas, punho, palma e dorso.

A demanda, segundo Ferreira, fez com que a Companhia Nacional de Álcool mudasse totalmente sua estratégia de produção. “Desde janeiro vimos implantando adequações, como um terceiro turno, com 24 horas de trabalho. Para isso, foram contratados 100 novos colaboradores, o que gerou cerca de 50% a mais de pessoas contratadas”, explica. Para dar conta, a empresa investiu em novo maquinário e mais duas linhas de produção.

Ferreira garante que, mesmo com o aumento da demanda, a CNA manteve os mesmos preços, sem fazer qualquer aumento no preço do produto — decisão tomada em consonância com o Governo do Estado e com a Apas (Associação Paulista de Supermercados).

A CNA é a maior e mais tradicional envasadora de álcool do Brasil. Presente desde 1948, foi a primeira empresa a engarrafar álcool para uso doméstico. É fabricante das marcas Coperalcool, Zulu, Zumbi e Da Ilha. A CNA fica na Avenida José Vicente Pedreira, no bairro Caxambú, na zona leste de Piracicaba.

Companhia Nacional de Álcool

Foto: Divulgação.

Rafael é formado em jornalismo (comunicação social) pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Possui experiência em redações e editoras literárias. Integra a equipe do Jornal PIRANOT desde dezembro de 2017.