Connect with us

Piracicaba

Câmeras instaladas em Piracicaba ajudam a detectar carros roubados ou clonados

Published

on

As câmeras para Leitura Automática de Placas (LAP) instaladas em vários locais de Piracicaba (SP) já detectaram os primeiros veículos com ocorrências, entre elas furto e clonagem. As câmeras têm tecnologia OCR (reconhecimento óptico de caracteres) e estão em 40 faixas de rolamento de 19 diferentes cruzamentos da cidade, escolhidos estrategicamente pela Guarda Civil e Polícia Militar. O monitoramento é feito pela Central Integrada de Monitoramento e Mobilidade (CIMM) da Semuttran.

Câmeras instaladas em Piracicaba ajudam a detectar carros roubados ou clonados

Foto: Divulgação.

Três ocorrências foram registradas no mês de abril. Na ocasião, foram identificados um Citroën C3 (utilizado na prática de furto e tráfico de drogas); uma pick-up VW Saveiro (produto de furto, cujo motorista foi detido); e um HB20 clonado (também produto de furto). As câmeras que fizeram a identificação estão instaladas no Centro, Bosques do Lenheiro e Vila Sônia, respectivamente.

Nesta terça-feira (12), uma equipe da Romu (Ronda Ostensiva Municipal) também abordou o condutor de um Peugeot 208 Allure branco, com placas de Campinas. Durante a abordagem, foi constatado que o veículo era um dublê. O automóvel foi flagrado pelas câmeras quando trafegava próximo ao Shopping Piracicaba. O motorista do veículo foi preso.

No caso, a placa do veículo é fotografada e a imagem enviada em tempo real para o Copom da Polícia Militar e também para o sistema Detecta, que tem um banco de dados com todas as placas de veículos furtados. “O uso de tecnologia ajuda na redução dos índices criminais e infrações de trânsito. A boa gestão do sistema preserva vidas e faz parte do constante aprimoramento das cidades inteligentes”, avalia o coronel Willians de Cerqueira Leite Martins, comandante do CPI-9.

A comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), Lucineide Maciel, também elogia o desempenho do serviço. “As câmeras de monitoramento, aliadas às novas tecnologias de leitores de placas de veículos, tornam mais eficientes as ações de segurança aqui em Piracicaba. A integração desta tecnologia da Guarda Civil, por meio da Central de Monitoramento (Cemel), juntamente com a Semuttran e banco de dados do sistema Detecta do governo estadual, propiciam uma cidade mais segura”, garante a comandante.

Investimento

A Prefeitura de Piracicaba investiu R$ 768.873,60 na instalação dessas câmeras de monitoramento, além de mais R$ 480 mil na revitalização da Central Integrada de Monitoramento e Mobilidade, instalada no 2º andar do prédio do Centro Cívico.

“Estas câmeras vão proporcionar a diminuição da circulação de veículos furtados e clonados, que de modo geral provocam acidentes com maior gravidade. Com estes equipamentos instalados em locais estratégicos, certamente haverá a diminuição de furtos, crimes e outros ilícitos, trazendo maior segurança para a população Piracicaba”, informou Jorge Akira, da Semuttran.

Câmeras instaladas em Piracicaba ajudam a detectar carros roubados ou clonados

Foto: Divulgação.

Rafael Fioravanti é formado em jornalismo (comunicação social) pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Possui experiência em redação e integra a equipe do Jornal PIRANOT desde dezembro de 2017.