Connect with us

Piracicaba

Câmara diz que não há processo para cassação de mandatos de vereadores opositores

Redação - PIRANOT / PORJUCA

Published

on

Por 18 votos a 4, vereador do PSC e em primeiro mandato foi eleito para administrar a Câmara Municipal na metade final do governo do prefeito Gabriel Ferrato (PSDB) - Foto: Foto: Fabrice Desmonts / Câmara de Vereadores Piracicaba

Foto: Fabrice Desmonts / Câmara de Vereadores Piracicaba

A informação de que o presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Piracicaba, Matheus Erler (PSC), estaria preparando um documento para pedir a cassação dos mandatos dos vereadores que comandaram a Audiência Pública do Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto), seria boato. Pelo menos foi isso que informou ao PIRANOT o diretor de comunicação do Poder Legislativo, Carlos Eduardo Gaiad, na manhã desta sexta-feira.

Segundo o diretor, a “informação não procede. O presidente não tem poder para cassar mandatos. Esse processo é conduzido pela Comissão de Ética da Câmara, após representação feita pelo interessado. Se o parecer final for pela cassação, caberá ao plenário decidir”, disse.

O possível boato foi publicado e compartilhado por diversos internautas que afirmam ter ouvido um radialista informando que o presidente da Câmara estaria revoltado com os vereadores José Antônio Fernandes Paiva (PT), Chico Almeida (PT) e Laércio Trevisan (PR) e preparava represálias. Os parlamentares em questão votaram a favor do projeto que queria o fim do contrato do Semae com a ARES-PCJ. Eles também lutam para a criação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a autarquia.

Ontem, o PT emitiu uma nota assinada pelo presidente da comissão executiva municipal de Piracicaba, Roberto Felício. No documento é defendido o mandato dos vereadores que se opuseram ao Semae. “O Partido dos Trabalhadores se coloca ao lado do povo Piracicabano e entende que os parlamentares petistas e aliados estão agindo de acordo com os princípios em defesa da justiça social, democracia e participação.”, “Salientamos nosso total respeito, solidariedade e apoio aos grupos organizados e a população no geral, nosso apreço e orgulho em termos parlamentares corajosos e empenhados na defesa do povo piracicabano. Estamos juntos na defesa da democracia e da liberdade de atuação dos mandatos que exercemos junto à Câmara Municipal. Os nossos vereadores não se acovardarão diante da injustiça, diante das provocações e não permitirão que o povo seja prejudicado, custando se preciso nossos maiores esforços e enfrentamentos”.

Fundado em 18 de novembro de 2011, o Jornal PIRANOT é uma marca da Empresa Júnior Cardoso LTDA. Aqui, notícias de Piracicaba são prioridades. Confira tudo o que acontece de mais importante na cidade em tempo real. Jornalismo 24 horas de plantão.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.