Mulher leva idoso morto ao banco para fazer prova de vida e sacar aposentadoria

O caso aconteceu em Campinas

- PUBLICIDADE -

A Polícia Civil investiga a ação de uma mulher que levou um idoso morto em uma cadeira de rodas até uma agência bancária na região central de Campinas (SP) para tentar sacar a aposentadoria dele.

O caso ocorreu em uma unidade do Banco do Brasil no dia 02 de outubro, mas foi divulgado somente nesta quinta-feira (15). Segundo o Boletim de Ocorrência, a mulher alegou ao banco que tinha perdido a senha de letras da conta do suposto companheiro, de 92 anos. Por isso, era necessário que ele fosse até a agência para fazer a prova de vida como medida de segurança.

No banco, a fim de tentar apressar o atendimento, ela falou que o idoso estava passando mal. Ainda segundo o Boletim de Ocorrência, os bombeiros então foram acionados para prestar socorro ao homem, mas na verdade eles constataram que o idoso estava morto e o óbito já havia ocorrido há horas.

Após constatarem a morte, os bombeiros acionaram a Guarda Municipal que estava próxima da agência. Na sequência, os guardas acionaram a Polícia Militar, que conduziu a mulher ao 1º Distrito Policial para registro da ocorrência.

O corpo do idoso foi enterrado no dia seguinte. O caso está sendo investigado.

Informar Erro

- Continue depois do anúncio -

Via G1
Leia também

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir