Madrugadas frias devem continuar nos próximos dias em SP

O frio que tem atingido a cidade de São Paulo nos últimos dias, principalmente ao longo das madrugadas, deverá continuar até o fim desta semana. A previsão é que a temperatura volte a subir apenas a partir de sábado (30) ou domingo (31), de acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas da Prefeitura de São Paulo).

Madrugadas frias devem continuar nos próximos dias em SP
Foto: Reprodução

“Uma massa de ar frio causou essa temperatura mais baixa. Nesta quinta (28) ainda deve fazer frio por conta dessa massa de ar de origem polar, mas no fim de semana já deve esquentar”, afirma Michael Pantera, meteorologista do órgão municipal.

“Estamos no meio do outono, é comum [a temperatura cair], principalmente nas madrugadas. Durou alguns dias, mas a massa de ar frio começou a perder força. Durante o dia já é possível perceber um aumento na temperatura”, diz Michael. Segundo ele, o frio mais extremo é mais comum no inverno, “mas, às vezes, acontece também no outono. Essa foi a mais forte frente fria do ano, trouxe o frio antes do tempo”.

Ontem (27), o dia começou gelado na Grande São Paulo, com o registro da madrugada mais fria do ano. De acordo com as estações meteorológicas do CGE, as temperaturas mínimas oscilaram em torno dos 8,7°C.

Na terça-feira, a temperatura já havia sido baixa com 9,9°C registrados. A menor temperatura absoluta desta madrugada foi de 1°C, registrada em Engenheiro Marsilac, no extremo sul da cidade de São Paulo, segundo a medição do CGE.

“A estação de Marsilac tem apenas 3 ou 4 anos. Mesmo assim, já registramos temperaturas mais frias por lá do que a desta quarta. A menor foi de – 0,2 ºC, no ano passado”, relembra Pantera.

O professor do departamento do sistema atmosférico da USP Augusto José Pereira Filho explica que o outono é uma época de transição, com menos irradiação solar e ar mais seco. “Nessa situação é de se esperar que a temperatura caia à noite”, diz.

Ele destaca que as temperaturas registradas não costumam ser são mais altas do que no seu entorno, por causa da grande presença de “concreto” que forma uma ilha de calor, em comparação aos locais mais afastados que possuem mais vegetação. “A queda na temperatura mínima ao longo desta semana é causada pelo transporte de ar polar, mais frio e seco”, afirma.

Previsão

O tempo deve seguir seco e ensolarado nos próximos dias, com temperaturas baixas nas madrugadas e em gradativa elevação no decorrer do dia, de acordo com a análise do CGE.

A quinta-feira (28) deve apresentar mais uma madrugada gelada, com termômetros oscilando em torno dos 9°C na Grande São Paulo. No decorrer do dia o sol diminui um pouco a sensação de frio, mas as temperaturas não sobem muito. As máximas não devem superar os 22°C, enquanto a umidade relativa do ar deve atingir valores em torno dos 35% no período da tarde.

Na sexta-feira (29), o tempo segue seco e ensolarado, com temperaturas baixas durante a madrugada e em gradativa elevação no decorrer do dia. Os termômetros devem variar entre mínimas de 10ºC e máximas que podem chegar aos 24ºC. A umidade relativa do ar deve atingir valores próximos aos 30% nas horas mais quentes e não há expectativa de chuva para a capital paulista.

Informar Erro

- Continue depois do anúncio -

Leia também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Prosseguir Mais detalhes