Connect with us

Notícias

Polícia encontra em canavial corpo de universitária desaparecida

Fernanda Maestro

Published

on

A Polícia Civil encontrou no fim da manhã desta quarta-feira (25), o corpo da universitária de 19 anos, Mariana Forti Bazza, que estava desaparecida em Bariri (SP) desde a manhã desta terça-feira (24), após aceitar ajuda de um homem para trocar o pneu do carro.

Foto: Reprodução/Facebook

Segundo informações da polícia, o corpo de Mariana foi localizado em uma área de canavial em Cambaratiba, distrito de Ibitinga, cidade próxima de Bariri. Ainda segundo a polícia, ela estava amarrada e amordaçada.

Os policiais encontraram o corpo depois que o criminoso, que ofereceu ajuda para trocar o pneu do carro da jovem, confessou tê-la matado.

De acordo com as investigações, ela recebeu ajuda de Rodrigo Pereira Alves, de 37 anos, para trocar o pneu e depois não entrou mais em contato com os familiares.

O criminoso trabalhava como pintor na chácara situada em frente à academia frequentada por Mariana.

O prefeito de Bariri, Francisco Leoni Neto, decretou, nesta quarta-feira, luto oficial de três dias no município.

Foto: Polícia Civil/Divulgação

O caso

Conforme o PIRANOT já noticiou, segundo informações e imagens registradas por uma câmera de segurança, ao sair da academia, Mariana se deu conta que um dos pneus de seu carro estava murcho. Neste momento, um homem desconhecido surgiu oferecendo ajuda para a troca.

No vídeo é possível ver que os dois conversam durante alguns segundos. Em seguida, ele atravessa a rua enquanto Mariana entra no carro e dá a volta na avenida até entrar em um imóvel que seria uma chácara, onde o rapaz fez a troca do pneu.

Em uma foto que a vítima compartilhou com o namorado, mostra o indivíduo trocando o pneu dentro da chácara. Depois disso, a estudante não foi mais vista.

Buscas e prisão

A câmera também registrou o momento em que carro da jovem deixa o terreno, cerca de uma hora depois. Com a identificação do homem que aparece nas imagens, as polícias Militar e Civil iniciaram uma operação de buscas que durou cerca de sete horas e contou com a ajuda do Helicóptero Águia.

O indivíduo foi encontrado na cidade vizinha de Itápolis (SP), a cerca de 60 quilômetros de Bariri, escondido no telhado de uma casa. O carro de Mariana foi encontrado na mesma cidade onde o homem foi preso.

Durante a madrugada desta quarta-feira (25), ele foi ouvido, mas negava o envolvimento no desaparecimento de Mariana. Ainda de acordo com o delegado, ele já era o principal suspeito porque não sabia explicar o motivo do carro da vítima estar em Itápolis, onde ele também estava.

Foto: TV TEM/Reprodução

Sepultamento

Informações sobre o velório e sepultamento do corpo de Mariana Forti Bazza ainda não foram divulgadas.

Jornalista formada pela Universidade Metodista de Piracicaba. Trabalhou em campanhas políticas e estagiou na Câmara de Vereadores de Piracicaba. Atualmente, integra a equipe dos jornais PIRANOT e PORJUCA.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.