Connect with us

Polícia

Adolescentes de 15 e 16 anos são presas por matar e queimar um ambulante

.

Rafael Fioravanti

Published

on

Duas adolescentes — uma de 15 anos e outra de 16 — foram presas ontem (29) na cidade de Sumaré, interior do Estado de São Paulo. Elas são acusadas de matar um ambulante com golpes de faca e pau.

Adolescentes de 15 e 16 anos são presas por matar e queimar um ambulante. Foto: Guarda Civil Municipal de Sumaré.

Tudo começou na noite do dia 27 de janeiro, na casa de João Guimarães, um ambulante de 52 anos. Na ocasião, ele começou a discutir com sua ex-namorada — uma garota de 15 anos –, pois a mesma não aceitava o fim do relacionamento.

Não levou muito tempo para que a discussão saísse do controle. Assim que o ambulante partiu para cima de sua ex-namorada a fim de agredi-la, outra menina (que também estava no local) partiu para cima dele e o golpeou com um pedaço de pau. Agredido, o ambulante caiu ao chão. Em seguida, a ex-namorada desferiu nele mais quatro facadas.

Assim que o ambulante entrou em óbito no local, as duas garotas atearam fogo no corpo e o abandonaram parcialmente carbonizado.

Após o crime, as duas garotas menores de idade roubaram vários pertences da casa do ambulante e colocaram tudo no veículo do falecido, um Monza. Como as duas são menores de idade e ainda não sabem dirigir, chamaram um amigo maior de idade para pegar o veículo e levar as coisas até a casa de uma terceira adolescente.

Após o latrocínio, o veículo foi abandonado.

Consequência

As duas adolescentes foram presas pela Guarda Municipal de Sumaré e levadas ao plantão policial, onde o caso foi registrado.

Embora o crime tenha ocorrido no dia 27, o corpo só foi encontrado na tarde de ontem (29).

Atualmente, a polícia pede a internação das duas adolescentes.

O PIRANOT / PORJUCA tem mais notícias. Para continuar lendo, clique aqui e acesse a nossa capa.

E não se esqueça também de baixar aqui o nosso aplicativo para celular, só assim você receberá notícias importantes da cidade em tempo real.

Rafael é formado em jornalismo (comunicação social) pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Possui experiência em redações e editoras literárias. Integra a equipe do Jornal PIRANOT desde dezembro de 2017.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.